Entidade leva orientação sobre cuidados com a saúde masculina

Rede de Saúde do Homem investe na prevenção

Um canal de comunicação e orientação sobre saúde masculina. Essa é a missão da Rede Nacional de Prevenção e Combate ao Câncer, entidade instalada em Jaraguá do Sul, que leva informações sobre a doença, ações de prevenção e outros cuidados que o público masculino deve ter para se manter saudável.

A Rede de Saúde do Homem, como também é chamada, nasceu em agosto de 2013. Foi idealizada por Antônio Marcos de Souza após ele sentir falta de um canal que tratasse das questões relacionadas aos cuidados com a saúde do homem. “Este projeto visa lançar a semente de uma mudança cultural e de educação quanto aos cuidados da saúde da população masculina e valorização de um envelhecimento digno e com qualidade de vida”, afirma Antônio, que é presidente da entidade.

Para isso, a Rede de Saúde do Homem conta com diversas ações e parcerias. Entre os trabalhos desenvolvidos estão palestras com especialistas no tema e uma cartilha com informações sobre diversos tipos de câncer e de prevenção.

O câncer é a segunda causa de morte no mundo. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer no Brasil em 2016 e 2017, dos quais cerca de 180 mil serão de pele não-melanoma, o tipo mais comum da doença. Do total são esperados 295.200 novos casos entre os homens, e, entre as mulheres, 300.800. Os cânceres de próstata (61 mil) em homens e mama (58 mil) em mulheres também serão os mais frequentes.

“O homem que não se cuida está perdendo o melhor da vida. Muito relutam ir ao médico, queremos mudar essa cultura e promover a saúde”, diz Antônio.