FCDL Notícias

Sucesso profissional também acontece com quem não é gestor

Ascensão na carreira também é possível para quem é especialista em determinada área, que pode ser igualmente motivadora, desafiante e reconhecida se comparada à gestão. Estereótipo de sucesso, o cargo de gestor é almejado no mercado. Mas há também quem, apesar de qualificado, “fuja” da função. Esse tipo de profissional pode optar pela “carreira em Y”, na qual a ascensão na empresa vem da especialização em determinado ramo.

“A carreira em Y é igualmente motivadora, desafiante e reconhecida se comparada à gestão. Às vezes até mais bem remunerada”, diz João Márcio Souza, diretor da Talenses Executive.

O engenheiro químico Edmilson Cavalcante, 53, trabalha na área de desenvolvimento e aplicação na 3M há 20 anos. Em 2014, foi chamado a gerir o setor de fitas e adesivos industriais da múlti. Comandaria 17 pessoas. Logo viu que não era sua praia.”Depois de oito meses, descobri que não era o que eu gostaria de fazer”, relembra.

Ele procurou seu chefe e pediu para voltar à antiga função. A companhia, que tem política de valorização da carreira em Y, aceitou. “Hoje, tenho o mesmo nível salarial de alguns gestores”, diz Cavalcante.

Inato?

Para Elisabete Adami, que leciona administração na PUC, a liderança tem características mais ou menos inatas. “Não dá para aprender a ser líder em dez lições”, diz. Paulo Lemos, diretor da FGV Management, discorda. “É óbvio, há gente com mais habilidade. Mas você não pode jogar futebol só por não ser o Pelé? Não será como ele, mas, se treinar bastante, vai ficar bom. E há uma maneira de treinar as pessoas”.

Fonte: Portal Portal SM

FCDL Notícias
  • Pontos de venda móveis são essenciais para aumentar as vendas

    Continue lendo Clique e leia
  • Posturas erradas travam crescimento profissional

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete tendências de negócio que têm tudo para bombar em 2018

    Continue lendo Clique e leia
  • Conheça o WhatsApp para PMEs falarem com clientes

    Continue lendo Clique e leia
  • Mulheres se saem melhor em momentos de pressão competitiva, diz estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • “O varejo deve usar os serviços para se diferenciar”, ensina Marcos Gouvêa

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais