Notícias

CDL Brusque e entidades apresentam ações do Observatório Social

Entidade é mantenedora e entusiasta da fiscalização dos gastos públicos e demais atividades educacionais do OSBr

Conhecer mais o trabalho que é desenvolvido pelo Observatório Social a estreitar os laços entre a entidade e as lideranças públicas e empresariais de Brusque. Este foi o objetivo do encontro promovido na tarde de quarta-feira, 9 de agosto, na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Brusque – CDL Brusque. O evento reuniu o presidente da CDL Brusque, Michel Belli e os diretores da entidade, Antônio Roberto Pacheco Francisco e Gilson Lang, o presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), Ademir José Jorge, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Brusque, Botuverá e Guabiruba (Sindilojas), Marcelo Gevaerd, o presidente da Associação Brusquense de Medicina (ABM), Denis Deucher Tomio, o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sinduscon), Fernando José de Oliveira, a presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento (Sindivest), Rita Cássia Conti, o diretor Executivo da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), Cândido Horácio Godoy, os vereadores Marcos Deichmann e Sebastião Alexandre Isfer de Lima, além do membro da comunidade, César Gevaerd. O Observatório Social de Brusque (OSBr) esteve representado pelo seu diretor Executivo, Evandro Gevaerd, pelo consultor Claudemir Marcolla e pelo advogado voluntário da entidade, Fabrício Gevaerd.

“O objetivo é aproximar cada vez mais as lideranças políticas e entidades de classe de Brusque para uma prestação de contas por parte do Observatório Social. Eles nos mostraram um pouco do trabalho que é realizado, com ênfase na fiscalização de orçamentos e ações do poder público”, destaca o presidente da CDL Brusque, Michel Belli.

O trabalho com educação nas escolas também despertou o interesse dos presentes. “Eles falam de corrupção para as crianças de maneira lúdica, através de jogos e brincadeiras. Assim, os alunos compreendem mais facilmente o que é um ato de corrupção e já crescem com uma noção de civismo, consciente de seus direitos e deveres. Mais do que isso, elas também levam a informação para casa e conversam com seus pais sobre o tema”, completa Belli.

Como o Observatório Social de Brusque é uma entidade sem fins lucrativos, a reunião também serviu para apresentar uma prestação de contas, com foco na busca de novas entidades e empresas mantenedoras.
“A reunião foi importante porque despertou ainda mais na cabeça destas lideranças a importância de ajudar a manter este projeto, que depende cada vez mais da união da classe empresarial e política da cidade”, pontua.

O diretor Executivo do OSBr, Evandro Gevaerd ficou satisfeito com o encontro. Na oportunidade ele apresentou a situação do município em números, a evolução das receitas e despesas e o gasto de contratação profissional que já está próximo do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele também falou sobre as receitas e despesas fixas do Observatório Social. “Em setembro nós vamos lançar uma campanha para que outras entidades e empresas se tornem mantenedoras. Algumas, inclusive, nós já fizemos contatos e aceitaram participar do programa. A partir daí esperamos que ocorra um incremento importante na receita da entidade para contratar profissionais de áreas específicas, com o intuito de dar mais qualidade ao serviço que se pretende prestar”, enfatiza Evandro Gevaerd.

Avaliação

O presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr), Ademir José Jorge, enalteceu a importância do encontro e ficou feliz em acompanhar o trabalho que o OSBr desenvolve. “A Ampe Brusque estava presente com as demais entidades porque é assim que se trabalha, todos unidos por uma cidade melhor”, descreve.

Já a presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento (Sindivest), Rita Cássia Conti, afirmou que já conhecia o trabalho desenvolvido pelo OSBr, mas que foi produtiva a reunião para aproximar ainda mais a entidade das lideranças públicas e empresarias de Brusque. “Mostra a importância deste órgão fiscalizador e a união de todos faz a diferença, principalmente para manter este trabalho de verificação das contas públicas. Gostaria também de elogiar a credibilidade e transparência com a qual o Observatório Social divulga esses dados”, salienta.

Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sinduscon), Fernando José de Oliveira, o maior volume de licitações envolve obras públicas e, por essa razão, é importante o acompanhamento das licitações. “O Observatório Social veio nos falar sobre o que está fazendo, sobretudo junto ao departamento de Compras, já que o processo licitatório é um dos gargalos que existe dentro da administração pública. O OSBr está por dentro de todos esses gastos, custos e compras na Prefeitura, Samae e na Câmara de Vereadores. E isso é importante para toda a sociedade”, ressalta.

Notícias
  • CDL agitará via gastronômica com a Stammtisch Joinville

    Continue lendo Clique e leia
  • Outubro Rosa: CDL Lages sediará palestra sobre câncer de mama

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Caçador marca presença na Semana do Contestado

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • FCDL/SC é líder nacional na emissão de Certificados Digitais

    Continue lendo Clique e leia
  • Registro com Protesto chega a R$ 20 milhões recuperados

    Continue lendo Clique e leia
  • Nova diretoria e conselho fiscal da FCDL/SC são eleitos

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais