Outubro Rosa: FCDL/SC sedia palestra sobre câncer de mama

O que é o câncer de mama? Quais são seus sintomas? E as formas de prevenção? Estas foram algumas das informações transmitidas às colaboradoras da FCDL/SC durante uma palestra sobre o tema na sede da entidade na terça-feira, 16 de outubro. O encontro fez parte das atividades do Outubro Rosa da Federação, que, anualmente, apoia o mês de conscientização sobre a doença, e que tratou também do câncer de colo de útero.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação anormal de células da mama, que formam um tumor. “Há mais de 20 tipos de cânceres de mama e, para cada um, há um tipo de tratamento que pode variar, principalmente, entre a radioterapia e a quimioterapia”, explica Emily Justino, bióloga com mestrado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutoranda em Biologia Celular e do Desenvolvimento, com ênfase em genética de cânceres femininos e professora universitária de genética da UNISUL. A especialista veio acompanhada das voluntárias da Amucc (Amor e União Contra o Câncer) Valéria Cabral e Marilu Oliveira.

De acordo com a profissional, o câncer começa a se formar quando uma célula do corpo apresenta uma falha e começa a se multiplicar de forma ininterrupta. Esse crescimento desordenado começa a formar tumores em um tecido ou órgão. Estas podem ficar restritas em um único local ou extrapolar o tecido onde iniciou seu crescimento, cair na corrente sanguínea e se espalhar para outras partes do corpo. Este fenômeno é chamado metástase.

“O câncer é imortal. Temos células de câncer congeladas no laboratório de pessoas já falecidas em decorrência da doença e, quando a descongelamos para estudá-las, elas retomam sua multiplicação”, conta Emily.

A hereditariedade é um fator importante para o surgimento da doença. Mas há também fatores externos que podem contribuir, estando ambos inter-relacionados. As causas externas se relacionam ao meio ambiente e aos hábitos ou costumes próprios de um ambiente social e cultural. As causas internas são, na maioria das vezes, geneticamente pré-determinadas, estão ligadas à capacidade do organismo de se defender das agressões externas.

Esses fatores causais podem interagir de várias formas, aumentando a probabilidade de transformações malignas nas células normais.

Causas para o desenvolvimento da doença

Por estes motivos, a prevenção é a grande aliada das mulheres não só para evitar a doença, mas para a detecção precoce do câncer de mama. Manter uma alimentação saudável, praticar atividades físicas, evitar a obesidade e o consumo de bebida alcoólica, amamentar, ter pensamentos positivos e fazer os exames preventivos são as orientações para manter o corpo o mais saudável possível.

A doutoranda da UFSC acrescenta ainda que ao menor sinal de um caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no mamilo; pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço; e saída espontânea de líquido dos mamilos, um médico especialista deve ser consultado. O diagnóstico precoce da doença é outra arma importante, por aumentar as chances de tratamento e cura.

Ao final do encontro, as colaboradoras da Federação ganharam a camiseta da campanha Outubro Rosa deste ano da Amucc, cuja verba será revertida nas ações da organização.

Cuide Bem
Além da palestra, outras ações ganharam forma no Outubro Rosa 2018 da FCDL/SC. O comitê Cuide Bem, formado por colaboradoras que se voluntariaram para criar iniciativas que prezem pelo bem-estar de todos, disponibilizaram uma caixa na entidade para arrecadar lenços que serão doados à Amucc. Também distribuíram lacinhos com as cores rosa e azul aos funcionários como forma de simbolizar o apoio ao Outubro Rosa e Novembro Azul. Nas redes sociais o comitê lançou ainda a hashtag #FCDLapoia.

As ações não param por aí. Como forma de incentivar uma alimentação saudável, foram colocadas na copa da FCDL/SC dicas de receitas. Segundo as voluntárias, para o Novembro Azul estão sendo organizados palestra e informativos sobre a prevenção do Câncer de Próstata.

Também para marcar o mês de conscientização sobre a doença, os colaboradores da FCDL/SC vestiram a camiseta rosa da campanha juntamente com o presidente da Federação, Ivan Roberto Tauffer. “Os cuidados com a saúde são primordiais. Nossa missão também é a de fomentar o bem e a solidariedade”, destaca o dirigente lojista.

Colaboradores e presidente da entidade fazem o laço rosa símbolo da campanha

Federação veste a camisa da campanha