Temporada deve estimular contratação de 11 mil temporários em SC

Total de postos provisórios repetirá ano anterior, prevê FCDL/SC

Consagrada como época de maior fluxo de turistas nos balneários e cidades turísticas catarinenses, a temporada de verão deve manter o mesmo números de temporários contratados em Santa Catarina registrado no período anterior. Serão em torno de 11 mil postos no comércio e serviços durante os meses de dezembro deste ano a março de 2017, segundo previsão da Federação das CDLs de SC (FCDL/SC).

A oferta de emprego temporário, principalmente no mercado varejista, tende a aumentar no segundo semestre de cada ano, quando a expectativa dos lojistas e empreendedores cresce e o desejo de compra aumenta com as festas de fim de ano, como Natal e Réveillon. Também contribuem os pagamentos extras, como o 13º salário e bonificações. Além disso, a previsão de incremento em 15% no número de visitantes, de acordo com a Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, significa 9 milhões de pessoas a mais circulando e consumindo em Santa Catarina.

Para atender a todo este contingente, o empresário Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC, aponta a expectativa de que haja entre 10 e 11 mil temporários no estado. “Todo o setor de comércio e serviços ampliará as vagas em diversas áreas, seja no atendimento, no estoque ou nos caixas, para poder acolher e servir quem nos visita. Queremos que os consumidores levem uma ótima experiência e para isso a qualificação é fundamental”, lembra o líder lojista.

No período entre dezembro de 2015 e fevereiro deste ano, o número de voos extras nacionais do Aeroporto Hercílio Luz foi ampliado em 45,8% em relação à temporada anterior. No Terminal Rita Maria, em Florianópolis, chegaram 13.531 ônibus, sendo 3.384 no Carnaval, e foram 450 ônibus extras, conforme o Deter. Na fronteira, em Dionísio Cerqueira, a Polícia Federal confirmou a entrada de 80.764 pessoas entre 1º de janeiro e 10 de fevereiro, crescimento de 62% em relação ao mesmo período de 2015.

 

PalavraCom

Tags: