FCDL Notícias

10 dicas para construir uma cultura de alta performance e obter resultados melhores e mais sustentáveis

Quantas empresas fazem seu planejamento estratégico, mas não conseguem implementar? Quantas empresas iniciam uma grande mudança que, no final, não obtém o sucesso esperado ou demora muito para ser finalizada?

De quantas infinitas reuniões os executivos da sua empresa participam para definir diretrizes ou projetos sobre os quais pouco é feito efetivamente? Quantas milhares de ideias criativas e inovadoras emergem nas empresas e morrem devido aos processos burocráticos que drenam todos os seus esforços e energias? Quantas dessas ideias realmente emergiram nos últimos anos na sua empresa?

Caso sua empresa tenha alguma barreira ou dificuldade apontada nas respostas aos contextos acima, muito provavelmente a causa-raiz do seu problema está na sua cultura empresarial.

A cultura organizacional é um conjunto de hábitos e atitudes de todos os integrantes guiados pelas normas e valores da empresa. Para uma cultura de alta performance, esses comportamentos precisam estar alinhados com os objetivos estratégicos da empresa e com a demanda dos clientes, criando um maior valor agregado a todas as ações realizadas visando proporcionar o crescimento contínuo da empresa e torná-la uma referência de mercado.

Os executivos de alta performance, em todas as áreas da empresa, são dedicados e determinados para trazer os resultados e ir além das expectativas traçadas. Potencializam as suas fortalezas e sabem o que e quando precisa ser feito, além de terem mentalidade de crescimento. São incentivados a expressar suas reais opiniões e não são prejudicados por isso. Agem com honestidade, são questionadores e desenvolvem suas competências.

Uma empresa com cultura de alta performance aumenta a atração, o engajamento e a retenção dos seus talentos pela forma como conduz seu ambiente de trabalho, fortalecendo, inclusive, seu valor como marca empregadora. A empresa busca reconhecer seus colaboradores de forma individual e coletiva e desenvolver um ambiente de confiança para gerar um maior comprometimento entre os integrantes.

Nessa jornada, muitos colaboradores poderão ser resistentes a mudanças e outros terem dificuldade de implementá-las. Muitas vezes, para promover a mudança, é necessário lembrar constantemente o que precisa ser feito, buscar meios de promover os novos hábitos com passos gradativos e de forma simplificada*.

Para a construção de uma cultura de alta performance, é importante destacar os dez pontos mais relevantes que podem servir como um guia básico para qualquer porte de empresa:

Ter um propósito claro da razão pela qual a empresa existe, qual é a diferença que a empresa faz ou fará para a comunidade, meio ambiente e economia;

Definir uma visão específica, mensurável e simples de onde quer chegar, de seus objetivos estratégicos ao longo do tempo;

Priorizar as iniciativas que auxiliarão no alcance dos objetivos estratégicos de forma cirúrgica, incluindo as lacunas da cultura atual, avaliando quais são os comportamentos prioritários que a empresa precisará mudar para melhoria do desempenho;

Desenvolver ferramentas para coleta e análise de dados de ponta a ponta da jornada do cliente com visão integrada para todas as áreas e níveis da empresa;

Possuir uma comunicação clara e transparente com seus colaboradores sobre as prioridades, objetivos, estratégias, iniciativas e comportamentos esperados;

Desenvolver planos de ações de mudanças que serão implantadas com impacto externo e interno;

Realizar, de forma diária, a mensuração dos resultados obtidos e direcionar ações de melhorias e ajustes contínuos com as áreas envolvidas;

Ter um plano de incentivo alinhado aos objetivos da empresa e atrelado a indicadores de performance específicos. Os incentivos de curto prazo servirão para reconhecer o desempenho individual e do time, impulsionando a performance de seus colaboradores e os incentivos de longo prazo para reter os principais talentos;

Trocar experiências internamente e realizar benchmarks com empresas dos mais variados setores para troca de boas práticas de gestão;

Proporcionar o recurso de tempo ou investimento para seus executivos se desenvolverem.

Todas as partes que envolvem a cultura da empresa, como por exemplo rituais de reuniões, forma como as reuniões são conduzidas e até mesmo o ambiente da empresa, impactam na mudança de comportamento das pessoas. Mudanças de atribuições e cargos também podem gerar uma nova experiência de forma mais coerente com o talento para obter a performance desejada. Até o feedback, que é o retorno do desempenho do colaborador pelo trabalho realizado, nas culturas de alta performance é feito diariamente e não apenas de forma semestral e anual.

Importante ressaltar que é necessário remodelar o papel da liderança, desenvolver novas formas de gestão, responsabilidades e atividades. As mudanças de cultura não ocorrem da noite para o dia. Para elas acontecerem, é necessário reformular a mentalidade de seus colaboradores no dia a dia do seu trabalho, direcionando-as para a melhoria contínua do seu desempenho.

* Trecho extraído do livro “A Guinada”, Chip Health e Dan Health.

* Por Renata Martins, consultora associada da Gouvêa Consulting.

 

Fonte: Mercado & Consumo

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais