FCDL Notícias

15 dicas de empreendedores de SC para quem está abrindo uma empresa

Visão, networking e capacidade de adaptação em diversos cenários. Estas características relacionam o diretor-executivo da Cidade Pedra Branca, Marcelo Gomes, o CEO da Cheesecake Labs, Victor Gomes de Oliveira, e o gerente-executivo da Rocha Soluções Gráficas, Rodrigo Rocha.

Os três abrem a programação da terceira edição do projeto “SC que dá certo”, da NSC TV,e dão dicas para quem está encarando o desafio de abrir uma empresa.

Eles serão os painelistas do encontro gratuito que ocorre no Ginásio da Unisul, em Palhoça, a partir das 18h da próxima quarta-feira, dia 25, com mediação do apresentador do NSC Notícias, Fabian Londero. Confira as dicas que deram sobre cinco dúvidas comuns aos empreendedores:

O que é fundamental para se preparar para gerenciar um negócio?
Marcelo Gomes — Estudo, curiosidade e relacionamentos. Destaco a formação em engenharia civil e administração, aliada a cursos em sustentabilidade e planejamento de cidades, e eu ter encontrado pessoas ao longo do caminho que puderam me ajudar.

Victor Gomes de Oliveira — Ter feito grandes amigos na faculdade foi a parte mais importante na minha formação como um todo. Foram esses amigos que, junto comigo, fundaram a Cheesecake Labs e são a base para todas as nossas empreitadas.

Rodrigo Rocha — Ter vivido dentro da fábrica desenvolveu em mim um gosto por tudo que é impresso, uma paixão pelo negócio. Além disso, sempre fui atento ao que pessoas de negócios compartilham, principalmente suas experiências. Por fim, acredito que eu aprendi com meu curso superior que nada é impossível de se aprender, nem de se conquistar.

A quem recorrer em momentos difíceis da empresa?
Marcelo Gomes — O importante foi não ter me isolado. Sempre conversava com executivos mais experientes, mentores, que me ajudava a achar outros caminhos. Dividir o problema com pessoas-chave na sua empresa também foi importante para que eles fizessem parte da solução.

Victor Gomes de Oliveira — Por não ter uma educação formal em administração, finanças, direito ou marketing, tivemos que encontrar muitas das respostas e soluções em fontes externas. Fizemos consultorias que iluminaram nossos caminhos em momentos que não sabíamos sequer quais perguntas fazer.

Rodrigo Rocha — Sempre tive dois grandes exemplos de liderança empresarial em casa (os pais Fernando e Gislaine Rocha fundaram a Gráfica Rocha) que me ajudaram muito. Além disso, tenho uma rede de amigos muito positiva, que sempre apresentam pontos de vista novos. Por fim, gosto de ver o problema de frente, tratando diretamente com quem está sendo afetado por ele.

Como o empreendedor que está começando pode se preparar para desenvolver seu negócio?

Marcelo Gomes — Estude, apresente a sua ideia para outros e faça. Nada surge pronto, os detalhes serão corrigidos ao longo do caminho.

Victor Gomes de Oliveira — Acredito que estudar, aprender e compreender o mercado global e digital e, principalmente, a si mesmo. No nosso mercado de tecnologia também é essencial estar sempre estudando coisas novas. O Budismo tem um conceito chamado “Shoshin”, que significa mente de aprendiz”. Sempre busco me posicionar como um aprendiz em muitos aspectos e estar sempre animado para se desenvolver, aprender e impactar positivamente a sociedade.

Rodrigo Rocha — O fundamental é ter um plano, uma visão clara de onde ele quer chegar, ou que problema ele está buscando resolver. Essa clareza de objetivo é o que leva ao destino final. O caminho vai mudar muito, mas com um norte claro, fica mais fácil decidir o que se deve aprender, com quem conversar e como desenvolver o negócio.

Qual foi o maior desafio enfrentado em seu negócio?
Marcelo Gomes — Aprender a conviver e driblar os ciclos de crise econômica brasileira. Reduzir equipe e replanejar é duro.

Victor Gomes de Oliveira — Tivemos um grande momento de superação quando paramos de vender nosso serviços apenas para conhecidos e começamos a encontrar outras pessoas pelo mundo com quem podíamos construir produtos de forma colaborativa. Tivemos que entender como nos posicionar no mercado, quais as personas que estávamos buscando, como gerar um conteúdo relevante para esse nicho e, principalmente, como educar as leads que nos procuravam em relação a metodologias ágeis e diferentes escopos de projeto de software.

Rodrigo Rocha — O começo da empresa certamente foi um desafio, pois cada cliente e cada entrega eram essenciais para que os próximos negócios surgissem. Naquela época não se tinham tantos recursos como hoje em dia para análise de crédito, então era comum existirem empresas e pessoas que não pagavam no mercado. Esse tipo de situação era um grande risco para a recém iniciada gráfica.

Como manter o ânimo?
Marcelo Gomes — Para o empresário não existe diferença entre a vida pessoal e profissional. Você é uma coisa só. Portanto, busque uma vida saudável, pratique esportes e se alimente bem para encarar os desafios.

Victor Gomes de Oliveira — O único motivo que me fez continuar em nossa trajetória diante dos diversos momentos difíceis foi ter a sorte de ter como co-fundadores e co-workers grandes amigos e pessoas incríveis. Na Cheesecake me sinto em casa com meus amigos – isso nos deu clareza de que, mesmo se tudo desse errado, iríamos continuar juntos e encontrar outras saídas, porque o mais importante sempre foi nossa parceria.

Rodrigo Rocha — O ânimo vem da resiliência. Tal capacidade de mudar a si mesmo e se adaptar ao novo meio é para o empreendedor indispensável para manter a motivação, a energia que o movimento para o próximo desafio. Cercar-se de exemplos de dedicação e excelência, de pessoas que te inspiram, faz com que o objetivo se materialize neles.

Fonte: Portal Diário Catarinense

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais