FCDL Notícias

Cinco dicas para a gestão financeira de pequenas empresas

A gestão financeira é um dos maiores segredos para o sucesso da empresa. Saber
administrar o dinheiro que passa por sua empresa, fazer um plano de ações e de
como o dinheiro vai ser investido é essencial para qualquer tamanho e ramo de
empreendimento.

Preocupar-se com a saúde financeira da sua empresa é ainda mais importante no
começo de sua história. São muitas coisas para se pensar, mas existem algumas
dicas para que seja tudo mais prático e descomplicado desde o início.

1. Não misturar dinheiro seu com o da empresa

Um dos maiores erros de empreendedores no começo da carreira é não saber
separar o dinheiro do caixa da empresa com o pessoal. Para facilitar essa distinção,
o primeiro passo, a partir do momento que tem o seu CNPJ, é abrir uma conta em
nome de pessoa jurídica. Use o cartão da conta PJ para os gastos da empresa, sem
misturar com a sua conta pessoal. Dessa forma, é mais fácil saber o fluxo de caixa da
empresa, e até mesmo fazer integração com ferramentas de gestão.

2. Registre todos os gastos e ganhos

É muito importante registrar todos os gastos com a empresa – desde uma caneta
para o novo escritório – e todos os ganhos também. Para facilitar a conta dos gastos
e ganhos, há softwares de gestão financeira que automatizam e substituem as
planilhas imensas. As ferramentas que integram diretamente com sua conta no
banco são ainda mais indicadas, pois economizam tempo, e te fazem não esquecer
de nada.

Mas ainda assim, se comprou algo com dinheiro, por exemplo, o maior segredo para
manter as finanças controladas é anotar o gasto logo na hora da compra. Por isso, a
mobilidade é essencial – nos dias de hoje, investir em uma ferramenta de gestão
financeira com aplicativo é uma vantagem e tanto.

3. Fique de olho controle financeiro

Outro fator em que a tecnologia pode te auxiliar é a ter sempre o acesso aos dados
das finanças de seu negócio. Além de automatizarem o processo de anotar e
calcular, as plataformas inteligentes disponibilizam dados e relatórios de forma
detalhada a partir de alguns toques na tela. Com acesso a esses resultados de sua
empresa sempre que for necessário, é mais fácil saber em que área é preciso
investir ou economizar.

4. Fazer planejamento

Fazer um planejamento estratégico para a sua empresa também é essencial. É
preciso estabelecer valores e metas para se atingir. De tempos e tempos, é
interessante revisitá-lo e adaptá-lo de acordo com a situação financeira e
crescimento da empresa. Este é outro motivo pelo qual é muito importante sempre
ter acesso a dados como fluxo de caixa, relatórios e planejamentos orçamentários
do mês.

5. Cuidado com gastos desnecessários

Uma dica de ouro! Principalmente no início do negócio, qualquer gasto extra pode
significar um rombo no orçamento de sua empresa. Tenha sempre à mão a situação
financeira atualizada de sua empresa para saber no que precisa mesmo gastar e
quanto de dinheiro tem disponível para não ficar no vermelho sem necessidade.

Facilitando a gestão

Quando se abre uma empresa, são tantas preocupações que muitas vezes a gestão
financeira completa e inteligente acaba ficando em segundo plano, sem a atenção
demandada para todos os passos.

A solução para simplificar todos os passos, tornando os processos automatizados e,
consequentemente, mais rápidos é usar ferramentas de gestão financeira. Na hora
de escolher a ferramenta perfeita para o seu negócio, é importante pensar em
fatores como integração, praticidade, mobilidade e segurança.

* Raphael Vilela é COO da Nexaas.

Fonte: Administradores

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais