FCDL Notícias

Como criar um time dos sonhos na sua empresa

O capitão, o árbitro, a estrela, o recém-contratado são algumas peças-chave para o sucesso da sua equipe. Conheça suas principais características e saiba como gerenciá-los.

Estudo da consultoria Robert Half identificou que apenas 18% de um total de 250 dos executivos brasileiros afirmam ter uma equipe com alto desempenho. Outros 26% afirmam que a performance de seus times estão acima da média; 48% dentro da média; 2%, abaixo; e 5% dizem não trabalhar em equipe.

Em um manual disponível em seu site, chamado “Criando uma equipe vencedora”, a consultoria afirma que “inspirar a produtividade de longo prazo nos profissionais da equipe e desenvolver o engajamento estão entre os maiores desafios dos líderes de negócios, tão importante quanto o recrutamento de novos talentos”. Também aponta a importância de os profissionais apresentarem habilidades comportamentais, como capacidade de trabalhar em equipe, estar aberto a novas ideias e ter flexibilidade.

Outro ponto importante é ter pessoas com diferentes características e papeis no trabalho em grupo, a exemplo do que acontece no esporte. Confira a seguir quem são os principais membros de um time de sucesso, segundo o manual elabora pelo Robert Half:

Capitão

Capitão “não oficial” do local de trabalho, o líder do projeto ou da equipe é um modelo de comportamento confiável. Animando a equipe quando ela está sob pressão, o capitão ajuda os colegas a atingir metas e objetivos, pois fica de olho na bola o tempo todo. Ele ajuda a desenvolver a confiança dentro da equipe, bem como com outros colegas e parceiros externos, possibilitando o melhor desempenho. O capitão pode ser chamado para liderar ou conduzir um projeto ou programa. Comunica-se com os membros da equipe e os ajuda a entender como podem contribuir, enquanto também trata dos obstáculos que possam surgir.

Principais características:
• Lidera pelo exemplo
• Fornece instruções claras
• Inspira outras pessoas a agir
• Encontra soluções para os problemas

Como gerenciar:
• Incentive-o a assumir responsabilidades adicionais
• Forneça autonomia e autoridade para tomar decisões sempre que possível
• Evite o microgerenciamento – permita que o capitão lidere a equipe,
fornecendo feedback em um ambiente privado

Árbitro

O árbitro segue as regras, mas também promove valores importantes, tais como jogo limpo e respeito dentro do local de trabalho. Pode ser considerado como uma espécie de “diretor de compliance”, pois defende os valores da empresa e as melhores práticas em vez do regulamento financeiro. O árbitro pode auxiliar o gestor, comunicando a visão da empresa e do departamento, além de garantir que as políticas e procedimentos sejam determinados e seguidos em todas as práticas de negócios.

Principais características:
• Imparcial e justo
• Perceptivo e intuitivo
• Separa as emoções dos fatos e situações

Como gerenciar:
• Permita um processo de tomada de decisões neutro que reflita as
melhores práticas
• Defina metas coletivas para incentivar o sentimento de dono
• Aplique a visão e os valores em todas as interações de negócios

Verdadeiro profissional

Jogadores experientes formam a coluna vertebral de equipes esportivas vencedoras. Da mesma forma, os membros experientes da equipe levam seu conhecimento e estabilidade para o local de trabalho. Suas qualificações inestimáveis e o conhecimento adquirido durante muitos anos os transformam nas pessoas ideais para responder perguntas, podendo mostrar aquilo que sabem e compartilhar lições aprendidas no passado. Além de permitir que informações importantes sejam compartilhadas, isso proporciona um maior senso de propósito ao verdadeiro profissional e reconhecimento dentro da equipe e dentro da empresa.

Principais características:
• Compartilha abertamente e de bom grado
• Participa ativamente e fornece soluções
• Atende a todas as demandas do trabalho de forma eficaz e no prazo

Como gerenciar:
• Remova os obstáculos de seu caminho, permitindo que tenha sucesso
• Identifique oportunidades de desenvolvimento profissional e novos desafios
para retê-lo
• Proporcione oportunidades para orientar novos membros da equipe e/ou
colaborar com outras unidades de negócios

Estrela do time

Funcionários com alto potencial podem levar uma grande equipe a novos
patamares. Movidos pela paixão, são produtivos e eficientes. Seu trabalho
é de excelente qualidade; muitas vezes, elevam o desempenho de outros jogadores do time. As estrelas geralmente atuam bem sob pressão. Quando recebem a bola, certamente produzirão resultados. O mercado está sempre à procura de profissionais com ótimo desempenho. Sem desafios e oportunidades, podem ser convidados a jogar em outro time.

Principais características:
• Apresenta um desempenho de alto nível consistentemente
• Gosta de desafios, responsabilidade e tarefas independentes
• Responde com senso de urgência

Como gerenciar:
• Recompense conquistas e a dedicação ao trabalho
• Forneça novos projetos e desafios para serem enfrentados
• Lidere por meio da motivação, apresentando
oportunidades de progresso profissional

Recém-contratado

Novos recrutas oferecem uma variedade de experiências e perspectivas que acumularam com empregadores anteriores. Além de revigorar os programas e iniciativas existentes, incorporam novas ideias na estratégia atual e ajudam a manter as equipes titulares alertas, incentivando-as a serem receptivas a novidades. Em geral, os novos recrutas também são motivados, desejam causar um impacto imediato e podem ajudar a equipe a seguir em frente. Para isso, precisam da orientação e da oportunidade certas.

Principais características:
• Ansioso para aprender novas técnicas e assumir responsabilidades adicionais
• Sugere novas ideias, processos e procedimentos para a equipe
• Tem potencial para se tornar a estrela do time

Como gerenciar:
• Certifique-se de que seu plano de integração e treinamento atende às principais
expectativas, além de contribuir para os objetivos de negócios mais amplos
• Crie programas de acompanhamento e/ou orientação para oferecer
suporte e facilitar o desenvolvimento de relacionamentos

Técnico

O técnico (ou gestor) desempenha um papel central. É líder, motivador, facilitador e responsável pela tomada de decisões. O gestor tem a responsabilidade final de criar o time dos sonhos. Ao identificar e cultivar os pontos fortes individuais (e, consequentemente, criar uma equipe cuja soma seja maior que as partes), será possível garantir que os objetivos de negócios sejam atingidos, enquanto se promove um ambiente em que os funcionários são motivados, produtivos e prosperam em suas funções.


Fonte: Portal SM

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais