FCDL Notícias

Conheça as 11 formas de pagamento mais usadas atualmente

As formas de pagamento que você oferece, fazem a diferença na hora de finalizar uma compra. Afinal, cada cliente tem uma preferência.

Então, ofereça o máximo de opções para que ele volte. Conheça 11 formas de pagamento mais usadas. Leia!

Novas formas da sua loja receber

2020 trouxe mudanças, entre elas, novas formas de pagamentos. Você tem dúvida sobre quais opções são as melhores?

Saiba que todas têm vantagens e desvantagens, mas a melhor é aquela que faz o cliente voltar à sua loja.

Confira as opções de pagamento preferidas pelos consumidores, assim também como novas e tradicionais.

1.Cartão de Crédito

Atualmente, é a forma mais prática de parcelamento. Além do mais, comprar sem ter dinheiro em mãos, torna esse o recurso mais usado.

Para a loja, além da praticidade, outra vantagem é ser uma opção segura contra inadimplências.

Em contrapartida, seus pontos negativos são os custos com taxas e o prazo de recebimento, pois não caem imediatamente.

2.Pix

O mais novo meio de pagamento já está entre os preferidos. Se sua loja ainda não usa, atualize-se.

Sua vantagem é que os pagamentos entram direto na conta em poucos segundos, facilitando o controle.

Além disso, como os pagamentos não têm intermediários, os custos para a loja são menores que outros meios de pagamento.

3.Dinheiro

A forma mais tradicional e aceita. Suas vantagens são a ausência de intermediários, recebimento imediato e burocracia zero.

Porém, suas desvantagens incluem:

Impossibilidade de utilizar em vendas online;

Exposição a possíveis assaltos;

Ter que sempre contar com troco no caixa.

4.Cartão de Débito.

Em suma, essa é a nova forma do cliente “carregar” dinheiro. Enquanto para a empresa, o pagamento é imediato.

Por outro lado, sua desvantagem é a operadora financeira intermediando a venda, o que gera algumas taxas.

5.Boleto Bancário.

De antemão, você já deve saber que essa é uma forma prática da sua loja vender e fazer cobranças.

O boleto é muito conhecido e usado no mercado por ser bastante  seguro. Sua loja pode se beneficiar com suas duas opções:

Boleto avulso. Para pagá-lo só é preciso efetuar uma cobrança única.

Boleto carnê. Ideal para empresas que trabalham com vendas parceladas ou com cobrança recorrente.

6.Links de pagamento.

Se você é cliente de bancos digitais, pode gerar links de pagamento e enviar via whatsapp, email ou SMS.

Portanto, além de prático, a taxa desse recurso é mínima, o que permite aumentar a rentabilidade do seu negócio.

7.QR Code.

Primeiramente, esse código de barras 2D, não é uma tecnologia nova, mas ele começou a ser muito usado no Brasil há pouco tempo.

Diferente do código de barras comum, o QR Code é prático, ou seja, pode ser lido pela câmera de diversos aparelhos celulares.

Por isso, está caindo no gosto dos clientes, pois basta escanear o código pela câmera do celular e pagar.

8.Transferência TED e DOC.

Com o Pix, as transferências via TED e DOC diminuíram, entretanto elas continuam sendo alternativas de pagamento.

Contudo, tais serviços bancários ainda confundem muitos clientes, sem falar nas taxas atreladas a essas transações.

Em outras palavras, o Pix deve se tornar o meio de pagamento mais usado, mesmo assim, não elimine outras alternativas.

9.Pagamento por aproximação.

Seu cliente agora pode pagar sem inserir o cartão na maquininha, apenas por aproximação do cartão.

Bem como, celulares, pulseiras e relógios com NFC (Near Field Communication, comunicação por campo de proximidade, em português).

Algumas administradoras de cartões estabelecem o uso de senha para determinados valores, como forma de segurança.

10.Whatsapp Pay.

Em suma, ele funciona igual uma transferência bancária. O dinheiro sai da conta do cliente e é depositado na conta da loja, sem taxas.

Os pagamentos podem ser emitidos na fatura do cartão de crédito, como se fizessem uma compra pela internet.

Tudo de forma rápida, segura e prática, uma vez que usa um aplicativo de rotina do próprio cliente.

11.Carnê.

Ao escolher o carnê, o cliente passa por uma análise de crédito. Se aprovada, poderá parcelar valores consideráveis.

Além disso, por ser uma condição da loja, o carnê agrada quem não tem conta em banco ou cartão de crédito.

Dessa forma, eles adaptam o preço ao tamanho do bolso, e sua loja não perde vendas.

Fonte: Blog do Varejo

FCDL Notícias
  • Com a retomada da economia, negócios esportivos ganham força

    Continue lendo Clique e leia
  • Entenda como melhorar a experiência de compra em parceria com seus fornecedores

    Continue lendo Clique e leia
  • Quando tendências viram modelos, ou seja, o novo veio mesmo para ficar

    Continue lendo Clique e leia
  • Quer crescer e sustentar o negócio?

    Continue lendo Clique e leia
  • O varejo em constante mudança e cada vez mais ágil

    Continue lendo Clique e leia
  • 10 dicas de como evitar autuações do PROCON

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais