FCDL Notícias

Conheça as maiores redes de varejo do país e quanto elas faturam

O Carrefour é a maior rede de varejo do Brasil, de acordo com o ranking do IBEVAR FIA.
Levando em conta o faturamento de 2018 de 120 empresas, o Carrefour ficou na primeira
colocação, com R$56,3 bilhões, seguido por Via Varejo (R$ 30,5 bilhões), Grupo Pão de Açúcar
(R$ 30,4 bilhões), Walmart (R$ 23 bilhões) e Lojas Americanas (R$ 20,8 bilhões).

De acordo com o estudo, o faturamento das 120 maiores empresas do varejo, de R$ 345
bilhões, representa 29,5% do PIB brasileiro. Há uma significativa concentração no setor.
Segundo o ranking, 100 empresas são responsáveis por 27% das vendas. De 2018 para 2019, a
única mudança no ranking de faturamento foi o crescimento da Via Varejo, que trocou de
posição com o Grupo Pão de Açúcar e passou ao segundo lugar.

Entre os segmentos do varejo, o mais representativo é o de Hiper & Supermercados, Bebidas e
Fumo, com 33,8%, seguido por Veículos, Motos, Partes e Peças (25,9%) e Tecidos, Vestuário e
Calçados (9,5%).

Abaixo, confira o ranking das dez primeiras colocadas no ranking dos maiores faturamentos:

1. Carrefour (R$ 56,3 bilhões)
2. Via Varejo (R$ 30,5 bilhões)
3. Grupo Pão de Açúcar (R$ 30,4 bilhões)
4. Walmart (R$ 23 bilhões)
5. Lojas Americanas (R$ 20,8 bilhões)
6. Magazine Luiza (R$ 18,8 bilhões)
7. Raia Drogasil(R$ 15,5 bilhões)
8. Renner (R$ 9,7 bilhões)
9. Drogarias DPSP (R$ 9 bilhões)
10. Grupo Guararapes (R$ 8,2 bilhões)

Além do faturamento, a pesquisa também traz outros dois rankings: o de eficiência e o de
projeção de imagem das empresas do varejo.

Eficiência

No quesito de eficiência, o Ibevar considera fatores como produção, número de lojas e número
de empregados. De acordo com Claudio Felisoni de Angelo, professor da USP e presidente do
conselho do Ibevar, o ranking de eficiência pode ser comparado a um ranking de
produtividade. “A partir de uma modelagem matemática específica, é possível aglutinar essas
informações de forma única”, afirma.

Neste ano, as seis redes que atingiram a nota máxima foram Carrefour, Makro, Zaffari,
Mambo, Atakarejo, Formosa e Koch. Patricia Cotti, diretora do Ibevar e coordenadora do
projeto, acredita que esse ranking é relevante por trazer nomes que dificilmente vão alcançar
as outras redes em faturamento. “É importante que novos nomes surjam. Assim, podemos
apresentar mais opções de modelo para redes menores”, diz.

Veja os dez primeiros colocados do ranking de eficiência:
1. Carrefour (Nota 100)
2. Makro (Nota 100))
3. Zaffari (Nota 100)
4. Mambo (Nota 100)
5. Atakarejo (Nota 100)
6. Formosa (Nota 100)
7. Koch (Nota 100)
8. Grupo Pão de Açúcar (Nota 92)
9. Nordestão (Nota 91)
10. Irmãos Muffato (Nota 89)

Imagem

Quanto ao terceiro ranking, o Ibevar tem como objetivo principal analisar a imagem das
empresas de varejo, a partir da opinião dos consumidores. Para isso, analisa milhões de
manifestações dos consumidores no ambiente online, em redes sociais como Facebook,
Instagram e YouTube. “Fazemos um mapeamento desses comentários e, partir de uma
metodologia, criamos uma nota para a empresa”, afirma Patricia.

Para este ranking de empresas “mais adoradas”, foram definidas 16 categorias diferentes. A
seguir, confira os primeiros colocados de cada segmento. Carrefour (Hiper e Supermercados),
Assaí (Atacadistas), Cacau Show (Alimentos), Magazine Luiza (Eletroeletrônicos), Tok & Stok
(Artigos para o lar), Panvel (Drogarias), O Boticário (Beleza e cuidado pessoal), Leroy Merlin
(Material de construção), Centauro (Esporte), Saraiva (Livrarias), Submarino (Eletrônicos),
Rihappy (Brinquedos), C&A (Moda), Petz (Pet), Lojas Americanas (Lojas de departamento),
McDonald’s (Fast food) e Vivara (Especializados).

Fonte: Infomoney

FCDL Notícias
  • 34% das redes regionais não investiram em tecnologia

    Continue lendo Clique e leia
  • O compliance digital no contexto das pequenas e médias empresas

    Continue lendo Clique e leia
  • Conheça as 11 formas de pagamento mais usadas atualmente

    Continue lendo Clique e leia
  • Varejo atual precisa estar “próximo, disponível e pronto para o cliente”

    Continue lendo Clique e leia
  • O que vale mais: experiência extraordinária ou experiência sem fricção?

    Continue lendo Clique e leia
  • Um olhar sobre o varejo atual: tudo o que sua empresa precisar saber

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais