FCDL Notícias

Consumidores gostam de chatbots, mas preferem interação humana, diz estudo

Uma pesquisa da Drift em parceria com a Survey Monkey mostrou que apenas 14% dos
consumidores consideram preencher um formulário online um impeditivo para interagir com
chatbots.

Embora o relatório mostre que os consumidores não estão interessados em formulários, 79%
das empresas da Cloud 100 – lista da Forbes para companhias que desenvolvem soluções na
nuvem – continuam usando formulários online.

A pesquisa foi realizada com mil consumidores norte-americanos e constatou que eles
esperam respostas mais rápidas dos chatbots do que outras formas de comunicação.

Quarenta e dois por cento dos entrevistados esperavam respostas imediatas dos chatbots,
enquanto 39% das videochamadas individuais e 11% dos formulários.

Primeiro o homem, depois a máquina

Embora os chatbots sejam preferíveis a outros métodos digitais de comunicação, os clientes
preferem conversar com humanos, segundo o relatório.

Trinta e nove por cento dos entrevistados disseram que têm uma boa experiência de
atendimento com uma plataforma de bate-papo online, enquanto 16% disseram o mesmo
sobre chatbots, de acordo com o levantamento.

Os consumidores falaram sobre os motivos da preferência pela interação humana.
Conveniência, facilidade de comunicação e boa experiência do cliente foram os fatores mais
citados. A favor dos robôs está a facilidade de um serviço 24 horas.

Jovens conversam mais com robôs

A pesquisa da Drift e SurveyMonkey indica que os consumidores mais jovens estão mais
dispostos a se envolver com a tecnologia. Segundo o relatório, 35% dos consumidores com
idades entre 18 e 24 anos disseram ter conversado com chatbots em comparação a 27% dos
consumidores entre 25 e 34 anos e 29% com idade entre 39 e 44.

Fonte: Novarejo

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais