FCDL Notícias

Dicas para seu comércio não sofrer com os feriados prolongados

Para que não haja tantos prejuízos é necessário ter planejamento e pensar em estratégicas. Veja dicas para atrair clientes e alavancar as vendas

Este ano será composto por mais feriados em dias úteis do que em 2019. Muitas das datas acontecem próximo aos finais de semana, totalizando seis feriados prolongados, dentre os nove totais. Para quem gosta de viajar, a notícia é muito atrativa, no entendo, muitos comerciantes não podem dizer o mesmo.

A sequência de feriados pode causar um grande impacto. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), as datas devem causar um prejuízo de aproximadamente R$ 19,6 bilhões ao comércio varejista em 2020. A estimativa é de que os setores de artigos de papelaria, combustível, joias e relógios, sejam os mais afetados.

Para que não haja tantos prejuízos é necessário ter planejamento e pensar em estratégicas. “O empreendedor e os vendedores precisam ter um desempenho maior nesses períodos, com foco, métricas semanais e balizadores da sua estratégia, com base no seu negócio. Isso aumenta a geração da receita para a empresa. Estabelecer uma meta de vendas que deve ser realizada semanalmente, ajuda na precificação do seu produto e na geração de valor”, orienta Alberto Júnior, especialista em vendas e fundador do Grupo Life Brasil.

Pensando nisso, em entrevista com a Consumidor Moderno, o profissional separou dicas para conseguir manter um frequência de clientes, alavancar as vendas e garantir a lucratividade dos negócios mesmo com os feriados. 

Dicas para atrair clientes

Conheça o consumidor

A maneira mais fácil para alavancar vendas seja ela onde for é definir mais claramente quem é PCC (perfil de cliente consumidor) e quem é PCI (perfil do cliente ideal), pois uma compra quando acha e outro compra porque valoriza a empresa e os produtos alinhados ao seu melhor momento de validação.

Tenha identificação

Foque no perfil de cliente para compatibilidade do perfil de vendedor, por isso sempre é bom ter pessoas com mais idade atendendo mais idade e assim sucessivamente. Nunca foi tão importante a interlocução por posturas iguais como agora. Cada loja deveria ter gerações de vendedores, acredito muito nisso em qualquer mercado e nossa experiência diz que na dúvida a experiência sempre prevalece.

Mais do que um cliente 

Clientes que compraram a 3,6,9,12 meses devem receber uma proposta de forma complementar aos produtos que haviam levado, por exemplo, se alguém utilizou um ventilador, é sinal que ar condicionado faz sentido ou se levou uma panela faz sentido avaliar outros modelos, se levou cama, um roupeiro pode fazer sentido. Se levou celular, muito provável que precisa de capa, etc. E dentro destes prazos o cliente já está alinhado a marca e depois é provável que se dispersa.

Invista em promoções

Na entrada da loja, utilize um cupom com algo em troca. Por exemplo, cada cliente que entrar na loja e comprar tal produto, é importante que antes dele sair receba um cupom que você pode sortear ou algo do gênero para aquele dia somente, para que ele não vá para outra loja procurar algo igual e tenha interesse de retornar por algo que desafie a crença ou potencial de ganho.

Não tenha medo de perguntar

Alinhe perguntas como: “Qual loja você costuma comprar” e se for shopping é importante colocar um “olheiro” para verificar os produtos em promoção ou que estão em evidência e quando o cliente olhar, você pode falar “aqui valorizamos mais o cliente, o preço é apenas parte de nossa empresa sr. Fulano”.

Fique atento ao feedback

Faça uma ronda semanal no que mais está sendo vendido no seu mercado e veja onde pode se destacar, prefiro não dar descontos, mas bônus conforme o número de produtos, para assim gerar mais fonte de compra da fonte de renda, no caso o cliente.

Passe uma imagem positiva

Procure não deixar ninguém de braços cruzados na entrada da sua loja, isto é trabalho do líder, se existir. Este é um fator direto de afastamento, pois parece que o cliente está sendo impedido mentalmente de acessar o ambiente e já gera reflexo ruim de compra. Sugiro diariamente 30 minutos de PHD na primeira hora do dia com o time de vendas para assim alinhar cases, resultados e técnicas com perfil de cliente, do perfil do dia, da semana, final de semana, etc.

 

Fonte: No Varejo

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais