FCDL Notícias

Em loja física, Páscoa será exclusiva dos supermercados. Mesmo assim, desafios são grandes

Separamos 5 aspectos que merecem atenção e queremos saber o que sua loja tem feito para não deixar de atender o público na data sazonal que ocorrerá em meio à pandemia

Com os shoppings e comércios de rua não essenciais fechados nas regiões mais populosas do Brasil, em razão do avanço da Covid-19, os supermercados terão exclusividade nas vendas de ovos de Páscoa em lojas físicas de grande parte do País. Mas isso não significa que as vendas serão automáticas.

Pelo contrário, o momento é dos mais desafiadores. Ainda mais porque o período que antecede uma das datas sazonais mais importantes no setor coincidirá com expressiva elevação nos casos de contaminação pelo novo Coronavírus, conforme projeção do próprio Ministério da Saúde . 

Sem as tradicionais reuniões familiares, com a população justamente preocupada em evitar aglomerações, a Páscoa que se aproxima será diferente de todas pelas quais seu supermercado já passou. Em uma fase em que há mais dúvidas do que certezas, SA Varejo porpõe uma reflexão conjunta sobre aspectos que podem ser importantes na data sazonal deste ano:

1. Páscoa do Delivery?

Os aplicativos de entrega seguem funcionando normalmente em suas áreas de atuação. Talvez esta seja, justamente, a Páscoa do delivery, uma vez que é possível solicitar entregas diretamente na casa da pessoa a quem se deseja presentear. Vale analisar, de acordo seu perfil de público, parcerias com os apps, além, é claro, de ajustar seu sistema próprio de delivery, caso possua

2. Limitação de entrada?

Parreira de ovos de Páscoa é sinônimo de aglomeração, justamente algo que deve ser evitado neste momento. A exemplo do que ocorre em supermercados da Europa, talvez seja o momento de limitar a entrada de pessoas – ao menos a esse espaço da loja –, conferindo tranquilidade no ato da compra

3. Facilidade de Escolha?

Outro ponto a ser avaliado são as formas de ajudar o público a antecipar suas escolhas, sem precisar circular aleatoriamente pela área da parreira. Algumas alternativas para isso são posicionar em diversos pontos, inclusive na entrada da loja, cartazes com as versões de ovos disponíveis e seus respectivos preços. As redes sociais e o CRM também podem ajudar nessa divulgação da tabela de opções

4. Parcerias com lojas especializadas?

As franquias especializadas em chocolates estarão com a maior parte de suas lojas fechadas nesta Páscoa, tendo as vendas online e via delivery como únicas opções. Não seria a hora de conversar com elas para tentar parceria comercial para vender aquilo que elas já produziram?

5. Incentivar compra antecipada?

Com grande parte dos brasileiros fora de sua rotina habitual de trabalho, pode ficar mais fácil programar as compras. Que tal incentivar o público a escolher, agora, os ovos de Páscoa que irão comprar. Uma boa iniciativa pode ser usar os canais de CRM nessa iniciativa. Lembre-se, ainda, que sem poder sair livremente de casa, muitas pessoas podem consumir mais chocolates como forma de indulgência nesse momento difícil. 

 

Fonte: Portal S.A. Varejo 

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais