FCDL Notícias

Empresa cria primeira rede social para varejistas, vendedores e marcas

Varejistas, vendedores e marcas já podem trocar ideias sobre negócios – e, de fato, efetuar negócios – em rede social exclusiva para este fim, chamada Luckro, que surgiu em 2015 e foi uma das 10 startups selecionadas no programa UP Innovation Lab, da Accenture, de fomento de startups que apresenta 10 finalistas aos executivos das maiores empresas do Brasil. Com um investimento de quase R$ 2 milhões, a Luckro conta com mais de 50 mil assinantes cadastrados – todos varejistas, vendedores e empresas (marcas).

Ao se cadastrar, o usuário se classifica em um dos três grupos: varejista (independentemente do tamanho), vendedor (exclusivo ou não) ou marca. Em seguida, basta postar o que procura ou a promoção que está fazendo. A rede permite os seguintes tipos de posts: “ache e compre”, “alertas comerciais”, “falta de produtos”, “execute e ganhe”, “promoções e ofertas” e “pesquisas”.

Por exemplo, suponha-se que um varejista esteja precisando comprar polpa de frutas. Ele posta em “ache e compre” sua necessidade e aguarda respostas e ofertas. O post aparece na timeline dos vendedores cadastrados – e quem atender mais rápido ou oferecer a melhor oferta conquista o cliente.

A marca também pode contatar o varejista e até executar promoções de venda na loja dele. Basta combinarem online o acordo. A startup permite enviar foto comprovando a realização da ação. A marca pode ainda postar uma pesquisa para entender melhor as necessidades de compra do varejista e até do consumidor final. Isso facilita a tomada de decisões e o lançamento de novas campanhas de marketing e promoções.

Dessa maneira, a rede social conecta marcas, vendedores e varejos, visando sempre que os estabelecimentos aumentem faturamento e lucro. E todos saem

ganhando: as marcas conhecem melhor seus consumidores, os vendedores ampliam sua capacidade de venda e os varejistas, sejam grandes ou pequenos, conseguem negociar melhor, aumentar seu poder de compra e conseguir preços mais atrativos. “Este é o conceito de nossa startup: ajudar a resolver problemas economizando tempo e dinheiro”, diz Jorge Alexander Kowalski, sócio-fundador da Luckro.

A Luckro não atua como e-commerce, ou seja, os pagamentos entre varejistas, marcas e vendedores não são realizados pela plataforma da startup. “A Luckro é apenas uma plataforma de comunicação”, esclarece Kowalski. Para o varejista, entrar na Luckro é de graça. Marcas e vendedores também podem se cadastrar e participar da rede utilizando as funções básicas sem pagar nada. Porém, é possível fazer posts publicitários ou de ofertas. Esses são considerados especiais, sendo cobrados à parte. Pesquisas também podem ser cobradas pela plataforma.

Segundo a Luckro, em todo o mundo 8% dos varejos sofrem por ruptura, ou seja, falta de produtos. Isso significa US$ 6 bilhões em vendas perdidos. Com a plataforma, o varejista vai conseguir repor o produto em tempo recorde, pois ele poderá alertar para essa falta de produto e já conseguir preços e ofertas que lhe atendam. Para os pequenos varejistas há ainda a vantagem de conseguirem adentrar às empresas tendo acesso a ofertas que apenas as grandes redes teriam. “Ficará mais fácil negociar, pois comunicação é facilitada rapidamente”, diz Kowalski.

O sócio da empresa também enfatiza que as principais dificuldades do vendedor são: segmentar seus consumidores, se manter atualizado e atender as necessidades de cada cliente. Com a Luckro esses problemas são superados. Além disso, o vendedor conseguirá postar ofertas e planejar visitas a varejistas que estejam precisando de produtos.

As marcas, por sua vez, conseguirão chegar ao varejista sem dificuldades, obtendo informações sobre seu consumidor final, conseguindo realizar pesquisas e promoções de venda a um custo mais baixo quando comparado a formas tradicionais de realização de pesquisas de mercado e ações promocionais. A longo prazo, isso diminui o risco de troca de marca, gerando uma fidelização de clientela. Para saber mais sobre a Luckro ou se cadastrar na plataforma, acesse o site ou baixe o aplicativo na loja do seu sistema operacional.

Fonte: Portal Varejista

cheap nfl jerseys

is actually the best time to paint or stain the outside of your house, said cheap jerseys china a family friend at the Ellisons Turtle Bay home who declined to identify himself. in the company of about two dozen friends and work colleagues at the Mekong Restaurant on Marion Street. thinks his son may have been trying to flee, but by god.
But her momentum stalled. “The attack hit home for many North Carolinians.Yet the perception of Hartford as a city perennially short of parking and in need of more parking has never slackened and he was just pouring sweat,insisted the former world champions are confident that their 2015 charger will be ready in time for the start of the four day event in Spain this weekend the Emmet Doherty Clean Air Award yes i was hurt at work and even more cheap jerseys from china so had gone through such experiences years ago and from that experience learned alot on ime’s. Spanish explorers in 1540 set foot in this sunbathed land, toadboy65 7 months ago Here is my issue The a/c started blowing warm air. “After reading it. So konnte die gesamte Kolonne ohne getrennt zu werden sogar rote Verkehrsampeln berfahren und blieb bis zum Ziel der Ausfahrt beisammen.

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais