FCDL Notícias

FedEx ajuda varejistas a superarem Amazon em tempo de entrega

A FedEx, que quer olhar além da Amazon em busca de crescimento no comércio
eletrônico, está lançando uma nova opção de entrega noturna para as empresas de
varejo que desejam enviar encomendas de forma rápida e direta aos clientes on-
line.

O programa oferecerá aos vendedores a opção de entregar itens no dia seguinte
quando comprados pela internet até meia-noite, disse Brie Carere, diretora de
marketing da FedEx. Menos de 1,3% da receita total da empresa de correio vem da
Amazon, disse — uma fatia que nunca havia sido divulgada. A empresa não acredita
que a parcela aumentará porque vê perspectivas melhores ajudando os clientes a
competir com a gigante do varejo eletrônico.

“Não dependemos da Amazon para crescer”, disse Carere. “Estamos muito otimistas
e muito, muito confiantes no crescimento do mercado fora da Amazon.” A executiva
observou que o FedEx prevê US$ 550 bilhões em vendas potenciais nos mercados
globais que está mirando.

As empresas de entregas de pacotes enfrentam uma ameaça crescente da Amazon
— que é também uma de suas maiores clientes — porque a gigante on-line
começou a expandir sua própria capacidade de entrega alugando aeronaves e
contratando prestadores de serviços independentes para estabelecer uma rede de
entregas por terra. As receitas on-line representam atualmente cerca de 15% do
varejo dos EUA e estão crescendo a um ritmo três vezes maior que o do comércio
físico tradicional.

Concorrência com a Amazon

A FedEx vê potencial de lucro na pressão competitiva que as lojas on-line enfrentam
para acompanhar o esforço da Amazon de reduzir os prazos de entrega das
compras. Cerca de metade das compras feitas pela internet ocorrem depois das 16
horas, disse Carere. O novo serviço de horário estendido da FedEx procura ajudar
empresas de varejo como AutoZone e Best Buy a atender essas demandas.

Segundo o programa, os motoristas da FedEx Express pegarão os pacotes até 2
horas da manhã nas lojas de varejo e os levarão aos centros de triagem. As entregas
poderão acontecer já no dia seguinte no mercado local e em até dois dias no caso de
outros destinos nos EUA.

A FedEx começou a testar a ideia em Los Angeles e Dallas no fim de 2017 e desde
então lançou-a em 100 mercados. O serviço não exigiu investimentos adicionais,
nem a criação de novas rotas, disse Carere. “Vimos realmente uma mudança no
mercado, na qual as empresas de varejo reconheceram que a distribuição física é
uma vantagem competitiva e permite realmente levar produtos mais rapidamente
ao mercado”, disse. “As mercadorias vão do ponto de processamento até a entrega,
tudo dentro de um ciclo de 24 horas. É um tempo muito, muito competitivo.”

A FedEx projeta que o mercado americano saltará de 44 milhões de pacotes por dia
em 2017 para 100 milhões em 2025 e que cerca de um quarto serão entregas locais.
Até o momento, as empresas de varejo do programa ofereceram entregas noturnas
sem exigir assinatura nem cobrar taxa de adesão anual, disse Carere.

Fonte: Portal InfoMoney

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais