FCDL Notícias

Furtos em supermercados: saiba tudo sobre o assunto e veja como evitar

Não é segredo para ninguém que os furtos em supermercados são muito comuns e impactam consideravelmente os lucros do estabelecimento. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Supermercados mostrou que, no ano de 2018, o setor supermercadista registrou R$ 6,7 bilhões em perdas.

A quebra operacional é a causa mais apontada das perdas pelos supermercadistas (36%), seguido pelo furto externo (15%), erros de inventário (15%), furto interno (10%), fornecedores (8%) e erros administrativos (7%).

Nesse conteúdo vamos falar sobre os itens mais visados nos casos de furtos em supermercados, sobre quais são os tipos de furtos mais comuns, sobre como abordar um suspeito e por fim como evitar e reduzir os furtos. Acompanhe a leitura.

Itens mais visados

Vamos começar destacando quais são os produtos mais furtados em quantidade de acordo com a pesquisa:

1º lugar:  energéticos, cervejas, cortes bovinos, pilhas e baterias, chocolates em barra ou tabletes, queijos, sabonete, azeites e odorizadores de ambiente;

2º lugar: refrigerantes, aguardentes, picanha, itens de papelaria, goma de mascar e balas, salame, creme dental, enlatados e pedra e bloco sanitário;

3ª lugar: sucos e refrescos, whiskies, linguiça, acendedores, biscoito recheado, presunto, fralda, molhos e sabão em pó;

4º lugar: leite, vodcas, carne suína, brinquedos, bombom bola, margarina, desodorante, tempero pronto e detergente;

5º lugar: achocolatados e bebidas lácteas, vinhos, frango, confeitos, mortadela, aparelhos e lâminas de barbear, conservas e inseticidas.

Agora, quais são os produtos mais furtados em valor:

1º lugar: energéticos, whiskies, picanha, pilhas e baterias, chocolates em barra ou tabletes, queijos, desodorante, azeites, odorizadores de ambiente;

2º lugar: refrigerantes, cervejas, cortes bovinos, ferramentas, bombom bola, salame, aparelhos e lâminas de barbear, conservas e sabão em pó;

3º lugar: leite, vodcas, linguiça, itens de papelaria, goma de mascar e balas, presunto, protetor solar, enlatados e inseticidas;

4º lugar: sucos e refrescos, vinhos, carne suína, brinquedos, biscoito recheado, manteiga, shampoo e pós shampoo, tempero pronto e detergente;

5º lugar: achocolatados e bebidas lácteas, aguardentes, bacalhau, itens de pet shop, complemento alimentar, peito de peru, creme hidratante, molhos e pedra e bloco sanitário.

Tipos mais comuns de furtos em supermercados

Todos os dias surgem novos tipos de furtos, mas vamos começar falando dos mais tradicionais e que já conhecemos bem, os furtos externos e internos.

Furtos cometidos por clientes

Troca de etiquetas: geralmente ocorre substituindo o conteúdo das embalagens;

Mães furtantes: utilizando o carrinho do bebê ou até mesmo a coberta para ocultar mercadorias;

Ocultação de produtos: produtos são escondidos em bolsas, mochilas, roupas;

Embalagens recheadas: produtos são ocultados dentro de embalagens grandes;

Carrinho de dois andares: itens são deixados no segundo andar do carrinho e os clientes passam pelo caixa sem que os operadores percebam.

Consumo dentro da loja: os clientes consomem os produtos e descartam as embalagens sem pagar por eles.

Furtos cometidos por funcionários

Violação de embalagens: o conteúdo é retirado ou substituído;

Contagem incorreta: entrega de menos mercadorias do que foi faturado;

Peso adulterado: entregador altera o peso das mercadorias;

Empilhamento falso: o entregador monta uma camada de produtos a menos do que foi contratado;

Ocultação de produtos: funcionários escondem os produtos em bolsas ou de outras formas.

Como abordar um suspeito de cometer furto em supermercado

Essa é uma situação muito delicada e que requer todo o cuidado possível, pois você não pode correr o risco de acusar uma pessoa injustamente, portanto a acusação de furto deve ser feita seguindo os três passos que vamos ver a seguir.

1º Ter certeza de que algum produto foi ocultado pelo cliente

Antes de sair fazendo acusações, você precisa ter a certeza de que realmente algum item do supermercado foi ocultado pelo cliente em alguma bolsa, mochila ou em qualquer outro lugar que dificulte a identificação do mesmo.

Caso você acuse uma pessoa pelo furto de alguma mercadoria sem fundamento, o seu supermercado poderá sofrer uma ação judicial por danos morais. Por isso, fique sempre atento!

2º Não perca o furtante de vista

Uma vez identificado a ocultação do produto, você não pode perder o furtante de vista, pois caso você não acompanhe todo o trajeto dele dentro do supermercado, ele pode simplesmente descartar o item em qualquer setor e sua acusação ser inconsistente, resultando em um processo judicial para o supermercado. Portanto, garanta que sempre terá um funcionário acompanhando o trajeto do suspeito para se certificar que o produto não foi abandonado.

3º Faça a abordagem na saída da loja

Caso a suspeita de furto seja confirmada, aborde o cliente na saída da loja questionando se ele não esqueceu de pagar por algum item que está levando. Caso o cliente não assuma que esqueceu de pagar pela mercadoria oculta, peça que ele te acompanhe até um local mais reservado do supermercado, lembrando que esse local nunca pode ser um ambiente fechado e que deve ter uma pessoa, do mesmo sexo do acusado, para testemunhar a abordagem.

Se a pessoa se recusar a assumir o furto, acione a polícia e aguarde que as demais medidas sejam tomadas pelas autoridades.

Como evitar os furtos em supermercados

Agora que você já sabe quais são os itens mais visados, quais são os furtos mais comuns e como abordar um suspeito, chegou a hora de entender como evitar os furtos em supermercados. Vamos lá?

1. Invista em Tecnologia

Invista em um circuito fechado de tv que monitore os corredores e as áreas mais críticas da loja. Outra medida é a proteção eletrônica nos produtos, onde são colocadas etiquetas nas mercadorias de maior índice de furto e são instaladas antenas na entrada e na saída da loja onde elas detectam essas etiquetas.

2. Treine os colaboradores constantemente

Os operadores de caixa devem ler o código de barras do produto, comparar com a informação apresentada na tela do computador e verificar se condiz com o item físico que ele tem em mãos. Realize treinamentos constantes com todos os funcionários para que todos saibam como identificar um suspeito de furto.

3. Mude o layout da loja

Altere o layout da loja sempre que necessário, procure eliminar os pontos cegos das câmeras, posicione espelhos em pontos estratégicos e utilize expositores que não atrapalhem o campo de visão da central de monitoramento.

4. Monitore em tempo integral

Nunca deixe a central de monitoramento vazia, organize o horário dos funcionários responsáveis para que sempre tenha alguém atento a toda a movimentação do supermercado.

Com esse guia completo, tenho certeza de que você vai conseguir evitar os furtos no seu supermercado.

 

Fonte: ListenX

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais