FCDL Notícias

Google conecta recursos de compra ao sistema de busca

O Google Shopping lançou uma nova experiência para buscar e comprar produtos.
Ele passou a oferecer novas maneiras de encontrar e comparar milhões de produtos
de milhares de lojas e comprá-los online, em uma loja próxima ou diretamente no
Google, por anúncio compartilhado com a publicação parceira Mobile Marketer. Os
consumidores poderão concluir uma compra na pesquisa, na ferramenta de busca
de imagens do Google, no YouTube e na página inicial do Google Shopping, que foi
reprojetada, dando aos usuários a possibilidade de filtrar os resultados por marca,
ler comentários e assistir a vídeos de produtos.

O Google também ampliou seus anúncios do Showcase Shopping, um formato de
anúncio que inclui imagens de estilo de vida, para permitir que as pessoas comprem
facilmente a partir do Google Images, do YouTube e do feed de notícias do Discover.

O serviço de anúncios da empresa com parceiros permite que as marcas usem seus
próprios orçamentos de mídia para promover produtos nos anúncios de outros
varejistas. A empresa de beleza Estée Lauder e um parceiro varejista não
identificado aumentaram em 70% sua parcela de cliques no Google depois de
executar esse tipo de campanha para uma fragrância de grife de marca, pelo
Google.

O Google também está mesclando o Google Express com o Google Shopping, em
alguns casos. Um carrinho de compras azul será exibido quando essa integração
estiver disponível, o que significa que os usuários podem fazer uma compra com
devoluções e suporte ao cliente respaldados pelo Google.

Os recursos de e-commerce atualizados do Google surgem à medida que a gigante
das buscas enfrenta uma maior concorrência da Amazon, que tem um negócio de
anúncios digitais em rápido crescimento e cuja plataforma de e-commerce é o
primeiro lugar em visitas online dos consumidores. Os anúncios de terceiros
geraram mais da metade das vendas brutas de mercadorias na Amazon por vários
anos, expandindo a gama de produtos da empresa de comércio eletrônico muito
além de suas vendas próprias.

Para varejistas e marcas, o Google Shopping combina anúncios, informações locais e
transações em um só lugar para ajudá-los a se conectar com os consumidores
quando estão prontos para comprar algo, disse a empresa. Os usuários do Google
verão uma página inicial personalizada na guia “Shopping”, que tem filtros para
restringir pesquisas de produtos por atributos como preço, marca, estilo, cor,
recursos, varejista e disponibilidade próxima. O Google Shopping será integrado à
pesquisa do Google, à busca de imagens do Google e, ainda este ano, ao site de
compartilhamento de vídeos YouTube.

Com os aprimoramentos das campanhas do Smart Shopping, o Google quer que os
varejistas ajudem a combinar melhor seus esforços digitais e nas lojas. A empresa
informou que possui mais de 2 bilhões de ofertas conectadas a lojas físicas em todo
o mundo, e seus anúncios permitem que os comerciantes enfatizem suas ofertas.

Um estudo do consumidor encomendado pelo Google descobriu que atualmente
45% dos compradores globais compram online e retiram na loja. O Merchant Center
online do Google permite que os varejistas indiquem seus inventários locais por
meio dos anúncios do Google Shopping e indiquem quais itens estão disponíveis
para retirada na loja.

Fonte: Mercado & Consumo

FCDL Notícias
  • Como a neurociência ajuda a ser um empreendedor melhor

    Continue lendo Clique e leia
  • É necessário mais do que a omnicanalidade para atender o cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Boticário e Natura são as marcas que oferecem a melhor experiência ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • A importância de ESG para o pequeno empreendedor

    Continue lendo Clique e leia
  • Como a digitalização dos meios de pagamento pode impactar no negócio

    Continue lendo Clique e leia
  • Omnichannel: transformando a gestão de estoque

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais