FCDL Notícias

Gustavo Cerbasi mostra os caminhos da felicidade

Gustavo Cerbasi

Gustavo Cerbasi

O economista, consultor em finanças pessoais e escritor Gustavo Cerbasi contou experiências de como melhor lidar com o dinheiro a 650 pessoas, durante palestra no Teatro Scar, em Jaraguá do Sul, na última semana. Autor de vários livros – entre eles o consagrado ‘Casais Inteligentes Enriquecem Juntos’, mostrou a distinção entre riqueza e dinheiro. Apontou para a necessidade das pessoas também valorizarem o momento presente e ensinou regra básica para diversificar os investimentos. A seguir, os principais trechos da fala do profissional em entrevista ao jornal A Notícia.

Qual é o principal erro que um empresário pode fazer quando inicia seu negócio?
Gustavo Cerbasi – Toda empresa tem despesas certas, com ganhos incertos. Erro grave é assumir custos acreditando em ter receitas, que podem não se confirmar. Tem de ter estrutura compatível com a lógica do tamanho do negócio e de suas peculiaridades. O brasileiro está comprando menos a prazo por causa da crise. O Brasil é um país muito desigual. Não é um país sustentável. A crise é efeito dos exageros praticados em tempos de abundância. O inflar de desejos, que vimos acontecer anos atrás, levaram a entregas insustentáveis no médio e longo prazos.

O brasileiro compromete o futuro, enxergando só o momento? Como proceder quanto aos planos para o próximo ano?
Cerbasi – Não se deve comprometer o presente, olhando-se apenas para o futuro. A decisão de desfrutar o que se ganhou, é difícil. Vive-se no presente e ele deve merecer um pouco de atenção, sim. Não empobreça o momento atual para unicamente guardar para o futuro. Mas também cuide do que virá. Olhe para o orçamento de 2017 e gaste com flexibilidade. Planos excessivamente rígidos são invariavelmente ruins e criam problemas. Qualquer situação ou expectativa de renda é composta por dois elementos: tempo e dinheiro. É preciso escolher o que fazer, tanto com o tempo quanto com o dinheiro. [Ter dívida costuma dar dor de cabeça]. Dívida não é um problema, é a solução. O problema é quando não se consegue administrar a dívida. Dispor de um orçamento no qual parte dos recursos é flexível, ajuda a viver. Ser resiliente é uma forma de conviver com os imprevistos. Eles sempre surgem! Imprevistos são coisas boas e lidar com as novidades nos faz aprender.

Que lições dar sobre o parcelamento de gastos?
Cerbasi – O parcelamento excessivo de despesas prejudica o fluxo de caixa. Em vez de concentrar muitas compras num só mês, faça as compras em meses diferentes. Desse modo dilui em momentos diferentes os compromissos financeiros.

Há uma regra básica para fazer investimentos? E nos negócios, como enriquecer?
Cerbasi – Há muitas formas de se aplicar o dinheiro. Mas há uma básica: 80 menos a sua idade. Este número você pode, em tese, aplicar em renda variável (ações). Por exemplo, se você tem 50 anos, 80 menos 50 é 30. Então, você pode aplicar 30% do dinheiro em ações. O restante deve ser colocado em aplicações conservadoras. Há prioridades para investir. São quatro: 1) tenha consumo de qualidade; 2) tenha reservas de emergência; 3) tenha planos de futuro e; 4) faça investimentos de risco. Sobre negócios, ninguém enriquece sozinho. Converse sobre dinheiro, persiga seus sonhos e o dinheiro virá atrás. Cuide do mais importante: ter amigos. Riqueza é diferente de ter dinheiro. Riqueza é ter felicidade. Ter dinheiro é só isso: ter dinheiro.

FCDL Notícias
  • Como a digitalização dos meios de pagamento pode impactar no negócio

    Continue lendo Clique e leia
  • Omnichannel: transformando a gestão de estoque

    Continue lendo Clique e leia
  • Caminhos para uma boa reputação: como atender às expectativas do consumidor?

    Continue lendo Clique e leia
  • As oportunidades e desafios do social commerce no Brasil

    Continue lendo Clique e leia
  • 34% das redes regionais não investiram em tecnologia

    Continue lendo Clique e leia
  • O compliance digital no contexto das pequenas e médias empresas

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais