FCDL Notícias

Incentive o cliente a arredondar o valor da compra e doar a diferença

Contribuir com ações sociais e diminuir problemas com a falta de troco. Para o varejo, essas são algumas vantagens que a adesão ao Movimento Arredondar oferece. Criado há seis anos, o projeto não tem fins lucrativos. De forma resumida, consiste em arredondar o valor da compra para cima e doar a diferença. Mais de 530 pontos de venda espalhados pelo País já aderiram. Uma dessas empresas é o GPA, que adotou o programa em fevereiro do ano passado.

A companhia participa do movimento com mais de 120 unidades das bandeiras Minuto Pão de Açúcar, Minimercado Extra e Pão de Açúcar. Desde a adesão, a companhia já somou R$ 549 mil doados a partir do arredondamento do valor das compras. “Existe uma boa aderência por parte dos clientes. Depois da primeira vez, a pessoa passa a doar sempre por sentir confiança no processo, já que recebe um comprovante da sua doação”, diz Thatiana Zukas, gerente de sustentabilidade do GPA. “Aos poucos, vamos aumentar o número de lojas participantes”, completa.

A maioria dos arredondamentos no gpa oscila entre R$ 0,30 e R$ 0,35. O valor máximo registrado nas lojas é de R$ 1. “A doação ajuda bastante a reduzir o problema da falta de troco. Apesar do crescente uso de cartão, muita gente ainda prefere dinheiro como forma de pagamento”, confirma Thatiana.

As doações feitas no GPA são destinadas a cerca de 10 instituições voltadas à educação e sustentabilidade, por exemplo. “Escolhemos as localizadas nas regiões onde atuamos e que estão alinhadas aos nossos valores e proposta. A partir dessa lista, cada loja define quais serão suas entidades beneficiadas, o que gera maior engajamento nas equipes”, diz a gerente de sustentabilidade.

Outro ponto que favorece a adesão ao programa é a facilidade de integração dos sistemas de gestão do varejo com o do Instituto Arredondar, que acontece de maneira automática. “Isso ocorre sem gasto ou dor de cabeça”, garante Ari Weinfeld, um dos idealizadores do projeto. As lojas conseguem, inclusive, gerar relatórios dos valores doados no dia. Os principais fornecedores de sistemas de frente de caixa já apoiam o movimento.

É o caso da Consinco. “Todos os nossos modelos de sistema permitem a parametrização necessária”, afirma Silvio Sousa, diretor comercial da Consinco. O processo é feito em poucas horas pela fornecedora e não há custo para o varejo, incluindo o suporte após a implantação. “Acreditamos no projeto e essa é nossa forma de colaborar”, acrescenta Sousa.

O movimento arredondar conta com cerca de 40 instituições espalhadas pelo Brasil e voltadas a diferentes causas, como cidadania, cultura, esportes, saúde. “Para garantir a credibilidade do projeto, as organizações sociais passam por avaliação de idoneidade. Um dos critérios é trabalhar pelos 17 Objetivos do Milênio, da ONU”, diz Nina Valente, criadora do Arredondar.

O Instituto se encarrega ainda da divulgação em loja e do treinamento do pessoal de frente de caixa. “Ensinamos como e quando propor ao consumidor o arredondamento e explicamos a mecânica para as operadoras tirarem dúvidas dos clientes”, conta Maria Bresser, integrante do Arredondar. O próximo passo é atrair a parceria de lojas online para o movimento. “Assim, tornamos a cultura da doação mais simples, democrática e transparente.”

Como funciona o arredondar
O consumidor é convidado a arredondar o valor da compra. Por exemplo: R$ 22,4 pode virar R$ 23, independente da forma de pagamento. A doação, nesse caso, corresponderia a R$ 0,60

Tecnologia
A operação ocorre no software de frente de caixa e separa o valor da compra do valor da diferença do arredondamento, que corresponde ao que será doado às instituições. Dessa forma, garante-se que os tributos sejam pagos apenas sobre o valor efetivo do que foi comprado. O consumidor recebe um tíquete referente à doação e outro à sua compra. Para isso, o Instituto Arredondar criou uma plataforma que armazena e processa os dados.

Repasse do dinheiro
A sincronização entre o sistema da loja e o do Arredondar acontece automaticamente. O dinheiro das doações é transferido pela loja ao Instituto. Desse total:

Treinamento
O Arredondar oferece treinamento para as operadoras de caixa. A ideia é que elas saibam como e quando propor o arredondamento para o consumidor, além de tirar dúvidas.


Fonte: Portal SM

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais