FCDL Notícias

Infográfico mostra o perfil do consumidor nas compras virtuais

Que a Black Friday é uma data importante para o varejo brasileiro, já é uma certeza. Alguns dados sobre a data podem revelar como o consumidor se comporta durante o dia de descontos. São, portanto, muito importantes para que os comércios estejam de acordo com as expectativas dos clientes. Sabia, por exemplo, que cerca de 20% das compras online realizadas durante a Black Friday foram feitas por dispositivos móveis?

Segundo o levantamento, o e-commerce faturou R$ 1,9 bilhão nesta edição da Black Friday. Assim, R$ 380 milhões vieram de celulares e tablets. “Para um público cada vez maior o smartphone é o meio principal de acesso à internet. As principais lojas passaram a oferecer ou aperfeiçoaram seus aplicativos, tornando a utilização cada vez mais inteligente, isso também impactou positivamente no crescimento deste público”, diz Pedro Guasti, CEO da Ebit.

Os dados apontam, ainda, que quem compra pelo celular ou tablet gasta mais: o tíquete médio das compras realizadas utilizando os dispositivos móveis foi de R$759, cerca de 20% maior do que o tíquete médio via desktop. “Grandes lojas apostaram no desenvolvimento de APPs e sites responsivos, alavancando assim a venda de produtos de maior valor agregado como Linha Branca, Celulares e Eletrônicos”, continua Guasti.

A Ebit monitorou as compras feitas entre 0h e 23h59 da última sexta-feira e detectou que as compras online cresceram 17% em relação ao ano passado. Ainda em comparação a 2015, o número de pedidos cresceu 4%*, para 2,92 milhões, enquanto o tíquete médio foi de R$653, 13% maior.

Para se ter uma ideia da relevância da data por aqui, a Ebit fez uma comparação com os Estados Unidos, berço da Black Friday, onde o faturamento do e-commerce no dia foi de US$ 3,3 bilhões, segundo dados da Adobe Digital Index. “Convertendo o faturamento brasileiro em dólares, chegamos s US$554 milhões, seis vezes menor, mas ainda assim muito relevante, já que o mercado norte-americano é 30 vezes maior que o nosso. Isso mostra como a data ganhou em importância nos últimos anos e já é a mais importante do calendário do e-commerce brasileiro”, conclui Pedro Guasti. Confira outros dados do levantamento em https://goo.gl/fp3EiC.

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais