FCDL Notícias

Mais da metade dos clientes on-line são ativos no varejo internacional

Realizado pela ORC International, em agosto deste ano, a Pitney Bowes, empresa de tecnologia global, divulgou a sua terceira Pesquisa Anual de Compras Online Globais sobre as percepções, costumes e preferências daqueles que optam pelo comércio eletrônico internacional. O estudo, que analisou 13.000 adultos de 13 países – Cingapura, Hong Kong, México, Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Japão, Coreia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos –, identificou que 66% dos consumidores entre os 94% que já fazem compras online em seus territórios de origem como clientes ativos no varejo virtual de outro país.

“O mundo está comprando – em todos os lugares – à medida que novos comportamentos e tendências de consumidores emergem” contou Lila Snyder, presidente de comércio eletrônico global da Pitney Bowes, em nota oficial.

Enquanto Cingapura com 77%, Hong Kong com 70%, Austrália com 78%, Canadá com 72% e México com 71% possuem mais compradores internacionais mensalmente e anualmente, Japão e Estados Unidos ainda estão amplificando sua participação nesse universo. Junto dessa concepção, uma coisa ficou clara: a parceria entre as lojas físicas e virtuais são essenciais, uma vez que, na pesquisa, 63% dos participantes, após viagens, viram fiéis a uma marca, obrigando empresas a fomentarem o virtual como uma maneira de se manter próxima ao seu consumidor final.

Entretanto, poucos são os que compram em apenas um único canal online. Metade dos analisados diz que todas ou a maioria de suas aquisições online, dentro ou fora de seus países, é feita por meio de um mercado online ou então diretamente no website do varejista. Além disso, os aparelhos móveis são a principal via para efetivação da jornada de compra, principalmente, em países como Cingapura com 51%, Índia com 50%, México com 49% e China com 47%.

Para as compras internacionais, os cartões de crédito representam 45% e as carteiras eletrônicas 34% como método preferido de pagamento on-line. Os fatores que mais contribuem para essa escolha são: as taxas de serviço e custo total da compra, o valor da compra e a oferta de um plano de proteção da compra. Porém, vale ressaltar que a experiência do cliente é muito importante em todo esse processo, já que 31% dos consumidores dos Estados Unidos relataram ter enfrentado algum tipo de desafio durante o final de 2015.

Fonte: Portal Universo Varejo

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais