FCDL Notícias

Negócios familiares se saem bem em épocas de recessão

Ao invés de assumir uma abordagem conservadora, os empreendedores à frente de negócios familiares fizeram o contrário

Épocas de recessão são momentos temidos por todo empresário. Isso é natural, já que, com a retração do consumo, há um impacto direto nos resultados das empresas. Mas há empreendedores que conseguem resultados relevantes mesmo nesses momentos turbulentos.

Esses empreendedores que mais se destacam são geralmente os envolvidos com negócios familiares. Essa foi a conclusão de um estudo desenvolvido por Saim Kashmiri e Vijay Mahajan ao analisarem a performance de negócios nas recessões de 2001 e 2008.

Eles constataram que, ao invés de assumir uma abordagem conservadora, os empreendedores à frente de negócios familiares fizeram o contrário. Lançaram novos produtos, mantiveram o mesmo nível de investimentos em publicidade e ainda enfatizaram a responsabilidade social.

A comparação foi feita com grupos de empresas familiares e grupos de empresas gerenciadas profissionalmente, com executivos de mercado. Mas porque esse resultado ocorreu? O que motivou essa abordagem proativa nos líderes das empresas familiares?

Segundo os pesquisadores, os empreendedores à frente de negócios familiares estão muito mais preocupados com os resultados de longo prazo, sempre pensando nos ativos que deixarão para as futuras gerações, bem como preservando o nome da família.

Já os negócios gerenciados “profissionalmente” necessariamente precisam dar respostas rápidas aos acionistas, que cobram por resultados, seja em época de recessão ou não. Em momentos críticos, é comum haver corte de custos, demissões etc.

Por outro lado, há muita discussão no mundo dos negócios hoje em dia sobre a profissionalização das empresas familiares. De fato, profissionalizar a gestão traz muito benefício a qualquer negócio.

Porém, se o empreendedor quiser criar algo duradouro, deverá agir estrategicamente admitindo derrotas ou prejuízos no curto prazo, desde que objetivos grandiosos de mais longo prazo sejam almejados.

Grandes negócios não são criados da noite para o dia. Há uma maturação natural e leva tempo para que se tornem referência. Paradoxalmente, é fato que a longevidade média das empresas tem diminuído a cada ano.

Esteja você à frente de uma empresa familiar ou não, lembre-se de não dedicar todos os esforços de gestão e investimentos com vistas apenas a obter resultados imediatos.

Ao invés de assumir uma abordagem conservadora, os empreendedores à frente de negócios familiares fizeram o contrário.Convencer seus interlocutores será o seu grande desafio, já que, atualmente, é raro encontrar empresas e executivos discutindo o que será o negócio daqui uma década, por exemplo. A cobrança é sempre por resultados imediatos.  

 


Fonte: Portal Vitrine do Varejo 

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais