FCDL Notícias

Nesse momento, juntos seremos mais!

Acredito que todo mundo já ouviu ou falou essa frase. Mas será que praticávamos isso ou era só uma campanha do RH? E você, para não ser o chato da empresa, colava o adesivo no monitor do seu computador, usava o pin no seu crachá, gritava “uhuu” no café da manhã de lançamento da campanha, mas continuava fazendo o seu trabalho normalmente. Tenho certeza que alguém vai se identificar com isso. Se essa pessoa é você, está na hora de repensar a sua postura!

Estamos vivendo uma crise sem precedentes e o varejo mundial foi obrigado a fechar as suas portas, salvo àquelas empresas que comercializam produtos essenciais. Foi aí que o pesadelo começou. Quem imaginou na vida que o mundo fecharia as portas e uma guerra biológica, silenciosa e mortal tomaria toda a face da terra? Até então só tínhamos visto isso em filme de Hollywood! Mas a realidade apareceu. Aquele vírus que só tínhamos notícias pela TV, lá na China, chegou como uma bomba atômica. O medo do desemprego bateu na porta de todo mundo e a incerteza está permeando o pensamento dos pequenos aos grandes executivos.

O mercado inteiro está perplexo e chocado com tudo o que está acontecendo e não sabe para onde ir. Ninguém (e quando digo isso é ninguém mesmo!) imaginava que o mundo inteiro teria que fechar as portas.  Mas você já pensou que o dono da empresa que você trabalha também está na mesma situação que você? Que ele está pensando que pode perder tudo e não conseguir nem honrar o seu salário?

Nas redes sociais podemos ver várias fotos de profissionais aparentemente felizes trabalhando em home office neste momento de crise, fazendo a sua parte e se desdobrando para cumprir a sua tarefa do dia a dia. Diversas reuniões virtuais, planilhas bonitas, emails e a tarefa do dia foi cumprida.  Ah! Que delícia que é trabalhar em casa! Mas é só isso que devemos fazer? Será que não está na hora de usarmos realmente aquela frase lá do primeiro parágrafo e olharmos para o dono da empresa e perguntar: você precisa de ajuda? Será que não está hora de sair da caixinha, usar a força que temos para ajudar a empresa a encontrar um caminho? Fazer a sua atividade corretamente não é mais o suficiente. Isso é coisa do passado. Chegou a hora de repensar o seu trabalho e estender a mão para o dono da empresa que, certamente, está se sentido sozinho em busca de um caminho para pagar as contas.

Vamos refletir sobre o papel de cada um em uma empresa. Chegar no horário, fazer o seu papel para cumprir os KPI´s não vai mais existir. Isso passou a ser pouco neste momento. Essa é a oportunidade de começar uma nova era e usar a inteligência para realmente se diferenciar. Em uma pandemia como essa, falar inglês, ter MBA Internacional e diversos certificados não estão servindo para nada.  Esse vírus atinge todo mundo. Agora é o momento de usar a inteligência para driblar esse monstro e mostrar a força que os colaboradores de uma empresa têm.  É hora de se unir de verdade para encontrar um caminho e não só para conseguir manter seu emprego e seu salário.  Agora é a hora que temos de virar a chave e usar a frase “JUNTOS SEREMOS MAIS” de verdade!

* por Silvia Freitas, especialista em marketing e gestão de vendas 

 

Fonte: Portal Super Varejo 

FCDL Notícias
  • Como vender à distância em tempos de isolamento social

    Continue lendo Clique e leia
  • Em tempos de crise econômica, clientes inativos podem ser um trunfo a lojistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Os desafios para o varejo físico após o Covid-19

    Continue lendo Clique e leia
  • Merchandising: execução perfeita e otimizada no PDV. Por que não?

    Continue lendo Clique e leia
  • Pequenas Empresas, Grandes Líderes: Como Agir em Tempos de Crise?

    Continue lendo Clique e leia
  • 6 dicas para resgatar clientes inativos e aumentar as vendas

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais