FCDL Notícias

O varejo Brasileiro – Tendências e transformações

A mudança no perfil do consumidor desafia o varejo Brasileiro. Qual a maior e atual tendência?

“O público da loja diminuiu bastante por conta da internet”. “Através da internet, a cliente aprende a fazer alguns serviços que antes ela faria no salão de beleza”. Essas são só algumas indagações comuns nos dias de hoje. 

Atualmente, o consumidor tem acesso à comprar via celular, computador, internet em casa. Informação e praticidade na palma da mão. Ele não precisa mais ir em uma loja. No entanto, a loja tem que estar preparada para servir uma boa experiência, quando solicitada.

O que o cliente quer hoje é uma experiência, é uma jornada de compra bem-sucedida e produtiva. Com isso, seja um varejista de pequeno porte, médio ou grande porte. Ele vai achar alguma solução para desenvolver inovação no seu varejo. Pode ser uma sensibilização, pode ser uma demonstração de tecnologia ou simplesmente um apoio de uma mentoria.

O varejo Brasileiro

O que podemos notar é que antes do isolamento social, o e-commerce representava com um total das vendas do varejo Brasileiro – 5.8%.

Este valor é baixo se comparado com outros países, como por exemplo: China – 35.3%, Inglaterra – 22.3%, Estados Unidos – 16% e Canadá – 10.8%. No entanto, com a chegada da pandemia e a transformação social junto da inclusão digital (que já vinha acontecendo no Brasil), hoje temos um cenário em que:

– 80% das casas possuem internet,  220 milhões de smartphones no Brasil e 150 milhões de usuários no WhatsApp.

Dessa forma, esses números mostram um pouco do tamanho da inclusão digital que é a base para que a gente tenha um mercado de e-commerce forte. Vale ressaltar que esses dados são recentes, isso vêm de uma onda de 2 anos pra cá. 

Talvez faltava uma quebra de inércia, hábitos e resistências que o contexto atual nos trouxe. Por isso, desde Março com o fechamento de muitos dos comércios não essenciais, ou mesmo com o varejo essencial como por exemplo: Supermercados, farmácias, materiais de construção e Pets. O consumidor ficou com muito receio de ir as lojas, devido às questões da contaminação, com isso, o e-commerce começa a dar um boom.

Nesse contexto, a gente tem a entrada de muitos novos consumidores. Só a plataforma Mercado Livre teve mais de 5 milhões de novos consumidores.

Qual a maior e atual tendência?

Dessa forma, gente que nunca tinha comprado online, com a pandemia aprendeu a comprar alguma coisa.

Do mesmo modo, clientes que já compravam alguns artigos e produtos, passaram a comprar ítens de supermercados, farmácia, entre outros serviços essenciais.

E aos que já eram adeptos às compras pela internet, passaram a comprar cada vez mais.

Esse fenômeno, essa quebra de resistência fez com que a base de clientes aumentasse muito, assim como a frequência de compras e o ticket médio.

Isso fez com que só durante a pandemia o e-commerce crescesse 56% (segundo a Abcomm) e obviamente o varejo neste período caiu. Dessa forma, quando o varejo cai e o e-commerce cresce, este share, essa taxa de penetração começa a aumentar.

Posteriormente, nas primeiras análises que realizamos notamos uma perspectiva de crescimento. Aqueles 5.8% de penetração possivelmente atingirá um valor próximo a 10%. O que leva o patamar do e-commerce brasileiro para um outro nível!

Fato é que, teremos um 2020 como um ano muito triste para o país por conta de todos os acontecimentos, entretanto para o varejo e para o e-commerce este ano será um marco, um divisor de águas para o setor.

Essa taxa de penetração aumentando, muitos novos clientes realizando compras. E acima de tudo: o Brasileiro entendendo que esse é um canal diferente, relevante e que vai atuar de forma complementar aos demais canais.

Por fim, a gente deve terminar o ano com uma taxa de penetração bem diferente, próximo aos 10%, e isso muda muito este cenário de empresas, marketplaces, e de multi canais. Em conclusão, se aventure e familiarize-se o quanto antes com o e-commerce.

 

Fonte: Portal Sobre Varejo 

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais