FCDL Notícias

Os desafios do turnover dentro do varejo

“As pessoas são o maior ativo de uma organização, estão na linha de frente e trazem os resultados para o negócio. Os donos de supermercado precisam olhar com mais carinho para elas”, opina o CEO do Supermercado Katucha, Rafael Haddad, que além de comandar uma loja na capital paulista e ter uma filial prevista para abrir no próximo ano, também presta consultoria para empresários de supermercados e varejo em geral.

De acordo com Haddad, a média de turnover no trade, que varia de 10% a 5%, diminuiu durante a pandemia. Na opinião do especialista, entretanto, esse dado deve ser analisado com cautela. “As lojas não qualificaram seus líderes ou melhoraram seus recursos para minimizar os níveis. A rotatividade diminuiu porque a insegurança das pessoas aumentou com a alta taxa de desemprego”.

Ele ainda faz a leitura de que o varejo, de forma geral, acaba olhando para a gestão de pessoas como um processo dispensável. “Além disso, a qualificação de liderança é algo raro e gestores despreparados desmotivam a equipe”. Colocar perfil de comportamento na frente de técnica, na hora de contratar, é também um ponto de atenção, que pode ajudar a estabilizar o quadro de funcionários. Isso porque, para Haddad, muitos supermercados acabam recrutando colaboradores que não têm os valores ou comportamentos esperados pela organização.

E, no caso da equipe já existente, qual é a melhor maneira de detectar e reter talentos? “Dar novos desafios e responsabilidades, para identificar o potencial da entrega e verificar se a pessoa consegue trazer o máximo de resultado na função que ocupa”, sugere o gestor.

Confiança Supermercados

Depois que a diretora de RH do Confiança Supermercados, Liliane Adachi, revelou, durante a live da SuperVarejo, realizada no dia 18 de agosto, que, hoje, a rede tem o melhor índice de turnover, fomos conversar com ela mais uma vez. “O que impacta bastante o nosso setor é a atuação em regime de escala, que contempla finais de semanas, feriados e os horários de trabalho no período da noite para o fechamento. Mas estamos quebrando esse paradigma com a mudança de mindset”.

Em relação à diminuição dos níveis de entra e sai de colaboradores, ela elenca algumas das causas. “Logo no início da pandemia, concluímos que não era momento de demitir e não realizamos desligamentos. Ao mesmo tempo, os pedidos de demissão foram reduzidos”. Além disso, o aumento da demanda de e-commerce na rede também teve um impacto positivo nas contratações.

O momento atual, ela diz, está sendo de muita união, companheirismo e força de vontade no setor supermercadista. “Em cenários como esse, percebemos o quanto o ser humano é valente. Quando gosta do que faz, ele realiza com muito amor, comprometimento e dedicação. Isso foi comprovado em nosso time”.

Para ela, o que ajuda a reter os colaboradores não é apenas salário e benefícios, mas também o ambiente de trabalho e o reconhecimento por meio de oportunidades de desenvolvimento. “Quem trabalha no varejo precisa ter paixão em servir, gostar de pessoas e da dinâmica de supermercados. Quando o colaborador está engajado e faz por amor, basta apenas a empresa dar a oportunidade e reconhecer”.

A rede oferece diversos programas que visam à oportunidade de crescimento para cargos de lideranças e administrativos. “Boa parte de nossas lideranças começaram na empresa como empacotadores e trilharam a carreira ao longo dos anos. As diretorias atuais são formadas por colaboradores que construíram a carreira na empresa, alguns, inclusive, iniciaram com o primeiro emprego”.

 

Fonte: Super Varejo

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais