FCDL Notícias

Os novos planos da Natura para se multiplicar e ganhar o mundo

A Natura quer multiplicar sua receita, expandir internacionalmente e desenvolver novos canais de venda nos próximos cinco anos. Ela quer se tornar mais eficiente, internacional e multicanal. A venda direta, que já foi o único canal de venda da companha, está perdendo espaço para lojas próprias, franquias e vendas on-line.

Os planos e o futuro dos negócios estão detalhados no seu relatório anual de desempenho, divulgado esta semana. É a primeira vez que a companhia publica os resultados das suas três marcas, Natura, Aesop e The Body Shop, em conjunto.

Parte dos planos vem justamente da integração da Natura e Aesop com a The Body Shop, comprada em junho de 2017 e incorporada em setembro do ano passado. Com 9% de suas vendas online e 3.049 lojas físicas espalhadas pelo mundo, a divisão mais internacional do grupo pode ajudar na expansão das outras marcas, diz a Natura.

Com a união das três companhias, o grupo adotou uma nova identidade, a Natura &CO. De acordo com o relatório, a companhia espera, em 2018, “consolidar as bases de nosso grupo e, assim, construir o ambiente para que os negócios ganhem impulso”.

Transformações na Natura

As principais transformações no grupo começam na sua divisão mais antiga, a própria Natura. Em apresentação a analistas e investidores, a companhia disse que a marca estava perdendo ritmo entre 2014 e 2016, por conta das mudanças nos hábitos de compra, novas marcas e novos competidores na venda direta.

Por isso, ela mudou seu modelo de venda direta em 2017, agora chamada de venda por relações. As consultoras têm a possibilidade de se tornarem líderes de equipe e avançar em sua carreira, com novos níveis hierárquicos. A Natura tem 1,7 milhão de consultoras na América Latina.

No ano anterior já havia aberto sua primeira loja física – hoje já são 26 no Brasil, América Latina, Estados Unidos e França. A marca também está investindo em seu canal digital, que responde por apenas 2% do total de vendas.
Um dos caminhos é aumentar o uso do aplicativo Consultoria Natura, que dá acesso a informações sobre sua atividade, incluindo estatísticas de compra e treinamentos à distância. Cerca de 500 mil consultoras, ou 45% do total, já usam o app e a meta é chegar a 1 milhão de consultoras no ambiente digital até 2019. Também já foram criadas 160 mil lojas virtuais pelas consultoras no portal Rede Natura.

Internacionalização

Com presença em 72 países, a Natura &CO ainda tem bastante espaço para crescer internacionalmente. Isso porque Brasil, Estados Unidos e França são os únicos países nos quais as três marcas do grupo estão presentes.

A The Body Shop é a marca mais internacional, com presença em 68 países. De acordo com a companhia, essa base pode ajudar no crescimento das outras marcas. A expansão internacional tem grande potencial, diz a empresa, já que 66% do mercado em que a TBS está presente é novo para a Natura. Além disso, também é possível usar a experiência e o conhecimento para ajudar lojas das outras marcas a atingirem o lucro mais rapidamente.

Com os investimentos, transformações e sinergias, a empresa quer multiplicar o seu tamanho. Nos próximos cinco anos, projeta um crescimento percentual na receita de um dígito, de 11,67 bilhões de reais em 2017 para 17,15 bilhões de reais em 2022.

Fonte: Portal Exame

FCDL Notícias
  • O que vale mais: experiência extraordinária ou experiência sem fricção?

    Continue lendo Clique e leia
  • Um olhar sobre o varejo atual: tudo o que sua empresa precisar saber

    Continue lendo Clique e leia
  • Caminhos para fomentar um ambiente colaborativo nas empresas

    Continue lendo Clique e leia
  • A importância de ESG para o pequeno empreendedor

    Continue lendo Clique e leia
  • Hábitos de consumo das brasileiras antecipam tendências no setor de beleza

    Continue lendo Clique e leia
  • O franchising como resposta para o crescimento das empresas

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais