FCDL Notícias

Os seus colaboradores estão embarcados?

A maior riqueza das empresas são as pessoas, elas que fazem tudo acontecer. Muitas vezes, os gestores esquecem de se dedicar para que elas estejam embarcadas na operação. Na busca do tão precioso engajamento, investe-se tudo e mais um pouco para se ter um time engajado, feliz e super produtivo. E aí, vem a pergunta: Os seus colaboradores estão embarcados?

Antes, de qualquer resposta direta, seguem-se algumas contextualizações: Muitas vezes, é esquecido que engajar é informar, é dar valor, é ocupar tempo informando e integrando as pessoas sobre o propósito da empresa, suas estratégias, objetivos, resultados alcançados e os resultados esperados. Além de orientar e até mesmo capacitar os hard skills e soft skills que preparam as pessoas para um bom desempenho. Com o sentimento de pertencimento e conhecedor da direção da empresa, o colaborador sente-se empoderado para atuar.

Numa atitude de grande valor, é necessário garantir que os colaboradores saibam que são os primeiros a saber o famoso “aonde queremos chegar e como”. E, assim, pode-se tirar o melhor de cada um. Ter um time de leões que persegue os resultados com garra, faca na boca e muita determinação.

Aqui vão algumas ferramentas e ações que têm o intuito de promover o “pensar no que está ao alcance” de uma excelente liderança: comunicar tudo o que acontece com a empresa no mercado; comunicar o que a empresa está fazendo; estimular oportunidades de crescimento; recompensas; treinar e oferecer formas de aprimoramento; instituir ferramentas de diálogo e feedback; promover eventos para integração da equipe; engajar as pessoas em desafios.

Se queremos um time embarcado, precisamos disponibilizar a rampa de nosso navio para que acessem o convés. Esse embarque não acontece em um passe de mágica, mas sim com dedicação, respeito e investimento, enxergando cada colaborador na sua individualidade. O líder precisa entender que cada um dos membros da equipe é um indivíduo, e, enquanto alguns benefícios podem motivar alguns, podem não motivar outros. Encontrar os propulsores motivacionais para cada um é a chave para engajá-los.

Os colaboradores também fazem a reputação da empresa, são um dos maiores propagandistas, desfilam camisetas demonstrando o orgulho que sentem por fazerem parte do todo, por saber que a sua contribuição faz toda a diferença para os resultados.

Sob outra ótica, vale perguntar o que todos eles querem? Acredite! Eles querem ser ouvidos, ser valorizados e prestigiados. Querem saber quais as estratégias da empresa, que resultados são esperados, querem ser incluídos, fazer parte dessa estratégia, e mais que isso, saber que o seu trabalho fará toda a diferença.

Use o endomarketing! Ele é alma numa empresa quando se trata de comunicar, seja ela pequena, seja ela grande. Seja genuíno, use a transparência, abuse do olho no olho do líder com os liderados e o pertencimento aflorará. Afinal, estamos falando de pessoas. E pessoas precisam sentir que essa relação com os seus líderes e a empresa é verdadeira para se sentirem motivadas e felizes. Colocar mais energia na relação com os times é, com toda certeza, a rampa para o embarque nesse navio!

* Por Patrícia Bordignon Rodrigues, diretora de Marketing e Canais Benkyou.

 

Fonte: Mercado & Consumo

FCDL Notícias
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
  • Saiba realizar promoções de forma mais rápida e sem erros

    Continue lendo Clique e leia
  • Falta de produtos na gôndola e no estoque são principais causas de perdas de vendas no varejo

    Continue lendo Clique e leia
  • Black Friday: 5 formas de usar o pós-venda para fidelizar o consumidor

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Renner celebra nova coleção com campanha produzida pela Suno Paim

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais