FCDL Notícias

Pão de Açúcar testa horta vertical em projeto piloto em SP

A ideia é simples: uma instalação para cultivo de hortaliças que garante alimentos
sempre frescos no supermercado. Mas o objetivo é duplamente ambicioso — de um
lado, diminuir a distância entre o produtor e o consumidor e, do outro, reduzir o
desperdício de alimentos. Em projeto piloto, o Pão de Açúcar inaugurou uma
instalação para produção de hortaliças que traz o campo para dentro do
supermercado e permite ao consumidor colher direto do pé. Batizado de “Horta do
Pão”, o projeto está em teste na loja laboratório da rede da Real Parque, localizada
no bairro do Morumbi, na cidade de São Paulo.

A novidade é fruto de uma parceria com a startup BeGreen e divide-se em duas
fases. Em um primeiro momento, as hortaliças são produzidas na fazenda urbana da
startup, situada a 20 quilômetros da loja do Pão do Açúcar. O cultivo é feito por
sistema de aquaponia, processo agrícola que associa o cultivo de hortaliças com a
criação de peixes.

Segundo Giuliano Bittencourt, fundador da BeGreen, esse sistema gera economia de
até 90% de água comparado ao cultivo convencional e entrega mais nutrientes para
as plantas, permitindo que todo o processo seja realizado sem uso de agrotóxicos.

“O processo de utilização dos excrementos dos peixes é semelhante ao cultivo em
solo com o esterco de vaca. Este é uma importante fonte de amônia que, quando
passa por processo de filtro biológico, transforma em nitrito e nitrato que é fonte de
energia para a planta. O ciclo de produção é fechado e por isso economiza água e
não há nenhum desperdício”, explica.

Em um segundo momento, as hortaliças são levadas até a loja onde são mantidas
vivas até o momento da colheita por meio do sistema hidropônico (técnica de
produção de plantas sem solo) contido no ponto de venda. O espaço físico da “Horta
do Pão” tem capacidade de expor 315 unidades de hortaliças. Por serem colhidas na
hora no ponto de venda, as hortaliças duram por mais tempo na casa do
consumidor.

“O projeto está alicerçado em duas frentes que são igualmente importantes para o
consumidor e para o Pão de Açúcar, a qualidade dos produtos e a sustentabilidade
do processo”, diz Lucas Zanon, diretor de operações do Pão de Açúcar. “Em ambos
os casos, as medidas contribuem para reduzir a perda no processo logístico em
relação à cadeia de hortifrúti convencional”, acrescenta.

Hoje, estão disponíveis cinco tipos de hortaliças na horta vertical: alface baby
crocante, alface baby lisa, agrião, rúcula e folha de beterraba. Os produtos são
vendidos com duas unidades e custam R$ 5,99 cada buquê. “Há uma tendência de
equalização de custo à medida em que se ganhe escala com o projeto”, diz Zanon.

A “Horta do Pão” está inserida dentro dentro do programa de inovação “Test and
Learn” do Pão de Açúcar. A partir de agora, a rede avaliará questões operacionais,
econômicas e, também, a aceitação dos consumidores, para decidir sobre o desenho
de um plano de expansão do projeto para mais unidades da rede.

Fonte: Exame

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais