FCDL Notícias

Qual o propósito da sua empresa?

Por muito tempo se acreditou que as pessoas só trabalhavam pelo dinheiro e que apenas o salário ao final do mês já satisfazia os funcionários e os mantinha engajados. Hoje, é sabido que isso não é suficiente: cresce a certeza de que o trabalho deve ser uma atividade prazerosa, realizada em ambiente agradável. Se a sua empresa ainda não atentou para esses fatores, saiba que é hora de criar uma cultura organizacional.

É o que recomenda Stenio Souza, CEO da Smollan iTrade , empresa internacional de soluções para o varejo. “Diante desse cenário, é mandatório que as empresas criem uma identidade organizacional forte e capaz de manter todos os funcionários motivados, pois se não o fizerem, provavelmente estarão fadadas ao fracasso”, analisa.

Como criar uma cultura organizacional

Mas o que forma a cultura de uma empesa? Ele explica que é o conjunto de valores, crenças e propósitos que definem o modo como a organização conduz seus negócios. A base não está somente nos conceitos, mas nos valores, objetivos e também nos comportamentos apresentados pelos seus colaboradores no dia a dia.

Essa construção, pondera Stenio Souza, não é feita de uma hora para outra, mas no dia a dia, nas estratégias de como passá-la para os funcionários, no diálogo, nas ações. Alguns exemplos citados por ele para fazer com que os colaboradores captem a essência da empresa e a apliquem na sua rotina são: garantir uma comunicação clara com todos os colaboradores sobre seus valores, estratégias e objetivo e ter canais de diálogo constantes e abertos com a liderança. “Além disso, é muito importante que as tomadas de decisões, o comportamento dos líderes, o respeito às normas e políticas e as conversas com os colaboradores sejam sempre alinhadas à cultura, pois ela deve ser vivida, e não apenas falada”, afirma.

E por que isso é tão vital para o funcionamento de uma organização? O CEO da Smollan iTrade responde: colaboradores desmotivados passam a render menos e0 a gerar um clima de mais individualidade e menos equipe, o que aumenta a competitividade de uma forma negativa e faz com que as pessoas busquem oportunidades melhores em outras empresas.

Para garantir que a cultura seja implementada e seguida, é necessário que haja colaboração entre os funcionários e a valorização individual, comportamentos baseados nos valores organizacionais, cultura de desenvolvimento, tomadas de decisões em conjunto, integridade e ética, empoderamento dos funcionários e seguranças em momentos de incertezas como o que estamos atravessando.

“Todos sabemos que as empresas têm um grande impacto no funcionamento da sociedade e, para que elas possam fazer transformações no mundo exterior e levantar bandeiras de sustentabilidade, diversidade ou qualquer outra causa social, é importantíssimo que o interior esteja organizado. Com isso, cada colaborador poderá ser uma voz importante tanto dentro, quanto fora do ambiente de trabalho”, completa Stenio Souza.

 

Fonte: S.A. Varejo

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais