FCDL Notícias

Saiba como lidar com crises nas redes sociais e evitar demissões

A pressão das redes sociais foi a responsável pelo pedido de demissão de Luis Paulo
Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, nesta semana. Rosenberg não
resistiu à pressão interna para a sua saída – os conselheiros enviaram uma carta
formal pedindo a demissão – e também à repercussão negativa de suas declarações
comparando os “naming rights” da Arena Corinthians a uma mulher com Aids.

Ele fez a comparação, em entrevista à ESPN Brasil, justificando o fracasso na venda
dos naming rights da Arena. “O apelo da marca Corinthians é tão grande que temos
quatro grandes grupos interessados em vir. É mais ou menos… Eles se sentem na
situação de estar vendo a esposa perfeita, com dotes culinários, formada com MBA
no exterior, uma mãe de filhos maravilhosos, mas parece que tem um teste de Aids
(sic) positivo. Como é que eu encaixo a camisinha é o grande desafio”, afirmou o
diretor na ocasião.

A declaração provocou uma enxurrada de críticas negativas no Facebook, Twitter e
Instagram, o que levou os conselheiros do clube a pedir sua saída. Aparentemente,
o clube decidiu que não havia mais como salvar a reputação do diretor: prolongar
sua estadia poderia comprometer a imagem do time.

O cuidado com a reputação pessoal e da empresa deve fazer parte do dia a dia de
executivos e líderes de empresas de qualquer tamanho. Afinal, um tropeço é
suficiente para acabar com uma carreira bem-sucedida – e levar a companhia. A
seguir, os especialistas Rodrigo Amantea, coordenador dos cursos de educação
executiva do Insper, Paulo Silvestre, especialista em mídias digitais e professor da
PUC-SP, e Jayson Demers, especialista em gestão, dão dicas para uma presença forte
– e respeitosa – nas redes sociais.

1. Seja cuidadoso

Para ter respeito, não desrespeite ninguém. Em muitos casos, as ofensas a alguém
vêm de atitudes impulsivas, que saem “da boca para fora”. Antes de dizer coisas
indelicadas, pense nos impactos da sua fala para outras pessoas. Quanto maior
cautela, menor será a chance de ferir os sentimentos de alguém.

2. Tenha um objetivo maior

Não se deve pensar em ter uma boa reputação por si só. Pense em um objetivo
maior: por exemplo, cativar sua equipe, no caso dos líderes, ou conquistar um cargo
melhor, para quem é funcionário. Com uma meta definida, é mais fácil se empenhar
com afinco nos passos que levarão alguém ao cumprimento desse objetivo.

3. Nunca apague comentários com reclamações

Apagar comentários da sua fanpage não é uma prática eficaz, pois não trata a causa
do problema. A empresa elimina a opinião, mas não garante que isso não se
repetirá. Entender o motivo que fez a pessoa reclamar é a melhor forma de começar
a agir.

4. Aceite que um problema existiu

Entender que houve um problema e que ele deverá ser tratado é o primeiro passo
para conquistar o respeito e a credibilidade do consumidor. Há empresas que não
aceitam o problema e que insistem em negá-lo. Essa é uma péssima escolha, pois o
cliente espera o mínimo de empatia da marca com a sua situação.

5. Analise a natureza da reclamação

Depois de aceitar que um problema foi colocado, é preciso analisar a gravidade da
situação. Existem diferentes tipos de críticas. A reclamação de alguém que fala na
demora na entrega de um produto é diferente daquela de alguém que encontra um
inseto dentro da embalagem de comida, por exemplo.

7. Posicione-se

Quando o problema foi aceito pela empresa e a natureza da situação já foi
analisada, é preciso se posicionar. Admitir publicamente o erro e ter uma postura
séria e respeitosa com o cliente, com argumentos razoáveis, é uma forma de
garantir a credibilidade da marca.

8. Responda respeitosamente e mantenha uma boa relação com o consumidor

Críticas nas redes sociais podem gerar oportunidades de negócio. Quando a
empresa se posiciona bem e lida respeitosamente com o problema, a impressão que
fica é positiva. Daí, é possível recomeçar a relação com o cliente -m e fazer tudo
certo desta vez.

Fonte: Época Negócios

FCDL Notícias
  • Varejo agora é high-tech

    Continue lendo Clique e leia
  • Jornada de compra: pesquisa mostra grau de preparo dos lojistas com cada etapa

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojas Biônicas se tornam realidade

    Continue lendo Clique e leia
  • Vídeos geram 30% mais vendas do que fotos nas redes sociais, revela estudo

    Continue lendo Clique e leia
  • Consumidores estão mais abertos ao consumo de marcas locais

    Continue lendo Clique e leia
  • Como as PMEs estão transformando o sistema bancário

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais