FCDL Notícias

Vendas de e-commerce sobem 12,5% em julho no Brasil, diz Mastercard

As vendas no comércio eletrônico subiram 12,5% no Brasil em julho, ante um ano antes, de acordo com o indicador Mastercard SpendingPulse, mostrando que os setores farmacêutico, de vestuário e de eletrônicos foram os destaques do mês. As informações são da Reuters.

O indicador também apontou crescimento de 1% nas vendas totais do país, incluindo lojas físicas e e-commerce.

A região Sul do país foi a que apresentou maior crescimento nas vendas totais, com alta de 5% em relação ao ano anterior, seguida pelo Sudeste com avanço de 1,9% e pelo Norte, que cresceu 1,1%. O Nordeste e o Centro-Oeste registraram recuo de 1,1% e 1,9%, respectivamente, ante julho de 2018.

“Em julho, vimos um forte crescimento de dois dígitos nas vendas do e-commerce, que representa uma continuação de tendência à medida que mais e mais consumidores compram em seus telefones e outros dispositivos”, afirmou César Fukushima, diretor de análise avançada da Mastercard no Brasil.

De acordo com uma matéria do Wall Street Journal, essas iniciativas levaram o consumidor idoso a dedicar 50% a mais de seu tempo às lojas e a gastar 40% a mais. Com o sucesso dessas iniciativas, o grupo Aeon pretende operar 100 lojas de outlet desenvolvidas especialmente para o público idoso até 2025.

Se a imagem de um senhor ou de uma senhora se confundindo ao usar um smartphone vêm à cabeça, esteja certo de que isso ficou pra trás. Uma pesquisa da Pew Research mostrou que, nos EUA, 67% dos Baby Boomers usam smartphones.

Se a maior parte deste público está conectado, é preciso pensar em estratégias voltadas para seus desejos e necessidades, além de experiências mobile que permitam uma troca ideal entre as marcas e estes consumidores.

A rede de farmácias norte-americana Wallgreens afirma que 20% dos usuários do app da marca possuem mais de 55 anos. Para se adequar a este alto fluxo de pessoas idosas, o app oferece funcionalidades como o “Pill reminder”, que avisa os usuários quando é hora de tomar a medicação, e o “Refill by scan”, que permite que o consumidor refaça seu estoque de remédios ao escanear os produtos que precisa.

Na China, o Alibaba – empresa de e-commerce – lançou uma versão de seu app Taobao adaptada para a terceira idade. Essa versão apresenta uma interface maior e pode estar conectada a conta de algum parente que pode visualizar e comprar produtos em nome do parente idoso.

Com iniciativas como essa, o Alibaba espera criar uma relação com os 222 milhões de idosos na China, número que deve alcançar 255 milhões em 2020.

Pontos de ação: o que já pode ser feito?

  • Comece a desenvolver estratégias que preparem a sua empresa para o futuro e para o envelhecimento da população.
  • Pense em áreas personalizadas e em como reformular sua loja para atender ao consumidor mais velho. Não deixe de considerar esse consumidor, já que as lojas vêm cada vez mais implementando sistemas automatizados de pagamento sem funcionário no caixa.
  • Considere o uso de estratégias experimentais voltadas para este público consumidor em ascensão.
  • Comece a desenvolver estratégias mobile que incluam a população mais velha e que falem diretamente com ela.

No próximo mês, continuaremos a tratar os tópicos do estudo “consumidor ultradinâmico”. Em outubro, falaremos sobre o comportamento do fim da posse.

Fonte: Newtrade

 

 

FCDL Notícias
  • Conheça 10 atitudes que destacam os melhores vendedores lojistas!

    Continue lendo Clique e leia
  • O que é comportamento empreendedor, segundo três especialistas

    Continue lendo Clique e leia
  • Sete dicas para melhorar a experiência do cliente nos atendimentos com chatbots

    Continue lendo Clique e leia
  • Como usar as redes sociais para vender mais

    Continue lendo Clique e leia
  • Os cinco pilares de um atendimento excepcional ao cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Confiança como ponto chave para o e-commerce

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais