Semana Lojista

CDL Joinville participa de reunião com DNIT sobre contorno ferroviário

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Joinville, José Manoel Ramos, participou, no dia 21 de setembro, de reunião com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Antônio Leite dos Santos Filho, para tratar sobre as obras do contorno ferroviário. Participaram do encontro os deputados federais Darci de Matos, Rodrigo Coelho e coronel Armando, além de diretores da concessionária Rumo.

O general Santos Filho garantiu que o projeto está sendo finalizado. A solução encontrada para viabilizar a obra é colocá-la como outorga na antecipação do contrato de concessão da Malha Sul, que continuará com a Rumo. Na prática, a concessionária será a responsável por concluir a obra que está parada há mais de 10 anos.

No encontro, o DNIT confirmou que o contorno terá o mesmo traçado de 10 anos atrás. Os trens serão desviados dos bairros da zona Sul e seguirão para São Francisco do Sul pelo Itinga. O desvio ferroviário tem sido um tema sempre cobrado pelo Conselho das Entidades Empresariais de Joinville nas frequentes reuniões com os parlamentares.

O deputado Darci de Matos se comprometeu em agendar uma reunião dos três parlamentares com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, diretores da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e a Rumo para tratar da antecipação da renovação e o pagamento da outorga.

Conselho das Entidades redige ofício para o DNIT

O Conselho das Entidades Empresariais de Joinville, formado pela CDL; Associação Empresarial; Associação dos Comerciantes de Material de Construção; e Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresas; assinou um ofício que foi entregue ao diretor-geral do DNIT, general Antônio Leite dos Santos Filho. A cobrança é pela conclusão das obras do contorno ferroviário de Joinville, previstas para fazer o desvio da linha férrea da área urbana do município com a construção de um novo traçado, que desviará a passagem dos trens de cargas do perímetro urbano de Joinville.

Com aproximadamente 15 quilômetros de malha ferroviária na área urbana de Joinville, a linha férrea passa por 28 vias (oficiais ou consolidadas). Com aproximadamente 2 quilômetros de extensão, os trens de carga que passam pelo perímetro urbano fecham, em média, cinco importantes cruzamentos, tornando o trânsito na região Sul da cidade – já caótico – insustentável.

Com o contorno ferroviário, espera-se melhorias na mobilidade urbana e o Conselho das Entidades apoia o plano da Prefeitura de Joinville para aproveitar o ramal da linha férrea para uso do transporte coletivo urbano, contribuindo para o desenvolvimento sustentável da região.

MAIS DA Edição – 1012
  • Presenteie sua criança

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Timbó presta homenagem a empresas associadas

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL São João Batista: Raspou, Achou, Ganhou!

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Blumenau realiza encontro sobre segurança pública e digital

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Videira: 45 anos de inovação e competitividade

    Continue lendo Clique e leia
  • Presidentes das CDLs do 19º Distrito se reúnem em Joinville

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais