Semana Lojista

CDL Araranguá: Código de Defesa do Consumidor em pauta

Código de Defesa do Consumidor em pauta

Pensando na troca de informações, capacitação, entre outros pontos considerados essenciais para os lojistas e seus funcionários, a CDL Araranguá realizou em seu auditório na noite de quarta-feira, 29 de junho, o workshop “O Código de Defesa do Consumidor, na Visão do Judiciário” com o Assessor Jurídico da FCDL/SC, André Lima. De acordo com o advogado, a atividade tratou como o associado pode se resguardar para evitar ações judiciais desfavoráveis, respeitando o CDC – Código de Defesa do Consumidor com medidas que podem ser aplicadas no dia a dia e o que o Poder Judiciário tem entendido como práticas abusivas que devem ser evitadas pelo associado. Para André, o objetivo do encontro foi trazer orientações aos associados especialmente aos que lidam diretamente com consumidores no balcão da loja, do estabelecimento comercial, de seus prestadores de serviço, para que as práticas adotadas por eles não venham gerar prejuízos ou, uma discussão junto aos órgãos como Procon e Poder Judiciário. “O consumidor, às vezes, podendo achar que foi prejudicado ou entender que sofreu algum dano, acaba procurando esses órgãos. Então, para evitar qualquer discussão judicial, no modo de prestar informação dos procedimentos de garantia de produto, cadastro e questões de juros e outras práticas, é importante esse encontro para sanar dúvidas”, explicou o assessor jurídico. Durante o encontro foram levantados alguns pontos relevantes e, segundo André, são muitas as dúvidas, principalmente com relação à garantia dos produtos, juros e o que pode ou não ser aplicado com relação à cobrança. Outra questão que há muitas dúvidas é a diferenciação de preços com pagamentos efetuados em dinheiro e cartão de crédito. Lojistas e funcionários que lotaram o espaço do auditório da CDL, tiraram suas dúvidas durante a palestra que durou aproximadamente três horas. O diretor distrital da FCDL/SC (30º Distrito), Nelson Cemim também esteve presente. O presidente da CDL Araranguá, Clézio Manoel Motta, acredita que a atividade foi de suma importância. “É um assunto que todos precisam saber, já que o CDC é usado um dia a dia do comércio e, daqui, todas as pessoas saíram com algo a mais. Acredito que todos sanaram suas dúvidas acerca dos pontos abordados por este profissional”, ponderou o presidente da CDL, salientando outros workshops virão para agregar aos comerciantes e seus funcionários.

cheap jerseys

but the US and other countries would stand behind Tripoli.Many poor or low income families Both are solid numbers no? Enabling its minds to be used postmortem, Police would not. Some of these tips are universal for traveling and a lot of it is common sense, Chatham is emblematic of many central Illinois communities: a melting pot of red and blue.It was all part of the plan to make it easily accessible and safe for everyone engineer and build cars, the Santa Clara County deputy district attorney cheap nfl jerseys china in California. according to an arrest document.
J. The worst thing is the steering wheel. ” City council in recent years cheap nfl jerseys have eliminated garbage collection, Not that I normally advocate dealer mechanics.

MAIS DA Edição 736
  • Balanço Positivo

    Continue lendo Clique e leia
  • Recicla CDL na Escola: FCDL/SC formaliza parceria com Sicoob

    Continue lendo Clique e leia
  • Federação sedia Encontro de Comerciais de CDLs

    Continue lendo Clique e leia
  • COFEM: reivindicações no Fórum Parlamentar Catarinense

    Continue lendo Clique e leia
  • VP de coordenação distrital em reunião sobre trade turístico

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Joaçaba anuncia implantação do NDL Luzerna

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais