Semana Lojista

Novo presidente da CDL Rio do Sul fala de projetos da gestão

Daniel Tschumi apresenta metas para gestão

Mudança na data do Stammtisch e reformulação da Feira Ponta de Estoque estão entre as novidades
Eleita em dezembro de 2016, a nova diretoria da CDL Rio do Sul dará continuidade à maioria dos projetos já promovidos e realizados pela entidade, entre eles os eventos em datas comemorativas no Sábado Feliz.

O atual presidente, Daniel Emílio Tschumi, afirma que pelo fato de ter participado das últimas duas diretorias também acompanhou a idealização das iniciativas que hoje estão em andamento. “Os eventos continuam, tanto em relação ao Sábado Feliz, quanto outros, como a Feira Ponta de Estoque, o Stammtisch”, observa ele. “Trabalharemos com foco em datas como a Páscoa, Dia das Mães, dos Namorados, dos Pais e, claro, o Natal”.

Para isso, a entidade pretende contar ainda mais com o suporte da prefeitura, já que os eventos podem movimentar a economia do município de forma geral. “Pretendemos ter mais assessoria da prefeitura. Já começamos a conversar sobre isso para movimentar não apenas o comércio, mas outros setores como hotéis e restaurantes, e o executivo tem interesse em nos ajudar”, adianta Tschumi.

Já a edição anterior da Feira Ponta de Estoque demonstrou que a proposta do evento mudou, porque os produtos oferecidos não se restringem apenas ao estoque dos lojistas. Dessa forma, a CDL percebeu que precisa readequar a feira. “O lojista não está mais fazendo a venda da ponta de estoque, mas de produtos diferenciados com preços especiais”, conta o presidente da CDL. “Muitos deles chegam a comprar com fornecedores especialmente para a feira, então, mudaremos o nome e a data do evento”.

Também devido às demandas apontadas pelos associados, o Stammtisch, que era realizado no sábado, em 2017, será marcado para um domingo. Tschumi lembra que a sugestão partiu dos comerciantes da região onde o encontro é realizado. “Nos procuraram e concluímos que no domingo será mais fácil, muitos também falavam sobre o trânsito sendo prejudicado e, no domingo, não teremos esse problema”, revela.

Para Tschumi, a CDL tem sua principal função baseada na representatividade da classe lojista. “Agradeço o voto de confiança dos nossos associados, trabalhamos por uma categoria toda e a CDL está acessível a qualquer momento e a todos, até mesmo para entidades e representantes do poder público interessados em trabalhar em parceria”, ressalta ele. Hoje, a CDL conta com o apoio dos Sindicatos do Comércio Varejista do Alto Vale do Itajaí e ainda dos Empregados no Comércio de Rio do Sul e Região, além do Rotary Club, Lions Club e associação empresarial.

MAIS DA Semana Lojista 767
  • Nos festejos de seus 50 anos, CDL Blumenau inaugura mostra

    Continue lendo Clique e leia
  • Katiani Zimmermann: 1ª presidente mulher da CDL Gaspar

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Joinville busca soluções para alagamentos na área central

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Fraiburgo: governador na abertura da colheita da maçã

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Capinzal planeja calendário de ações para 2017

    Continue lendo Clique e leia
  • Nova diretoria da CDL Rio do Oeste é empossada

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais