Semana Lojista

Estacionamento rotativo volta a Joinville em reunião da CDL

Prefeito Udo Döhler assina o decreto pelo smartphone, observado pelo secretário Bráulio Barbosa (à esq.); pelo presidente da CDL, José Manoel Ramos; pelo secretário Raulino Esbiteskoski; pelo presidente da Câmara de Vereadores, Cláudio Aragão; e pelo presidente do Conselho da Cidade, Álvaro Cauduro

O otimismo marcou presença na Reunião Plenária de associados que a CDL Joinville realizou na quarta-feira, 27 de março, quando foi assinado (eletronicamente) pelo prefeito Udo Döhler o decreto que institui o novo sistema de estacionamento rotativo do município.

O modelo, considerado pioneiro no Brasil, é gratuito, mas prevê multa considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro, de R$ 195 e cinco pontos na carteira, caso o motorista ultrapasse o tempo-limite. Na maioria das vagas oferecidas pelo novo rotativo, para carros e caminhonetes com capacidade até uma tonelada, o tempo máximo de permanência será de duas horas.

O sistema começa oferecendo 764 vagas em 17 ruas centrais, liberando mais 141 em outras quatro vias após conclusão de obras de macrodrenagem do rio Mathias. Mas a intenção, segundo a prefeitura, é chegar paulatinamente aos 1.600 espaços do modelo anterior, suspenso em 2013.

O novo estacionamento rotativo será operado por meio de tablets, com software que detalha a ocupação das vagas e o tempo estacionado. A fiscalização será realizada por dez agentes de trânsito, que se dedicarão exclusivamente a esse trabalho. Os demais agentes do Departamento de Trânsito e da Guarda Municipal também poderão autuar os motoristas que desrespeitarem o tempo previsto.

Diretores da CDL e lojistas da área central acompanham na Câmara de Vereadores as discussões sobre o novo modelo do estacionamento rotativo

Dias melhores para o comércio

O presidente da CDL, José Manoel Ramos, agradeceu o empenho da Prefeitura e da Câmara de Vereadores pelo retorno do serviço, que está suspenso há seis anos, com grandes prejuízos para o comércio e a área central de Joinville. “Será bom para os lojistas e para toda população”, afirmou José Ramos.

O prefeito, Udo Döhler, destacou: “Demorou, mas nos permitiu oferecer um modelo diferenciado, pioneiro, que pode ser adotado em outras cidades”. O serviço, segundo ele, faz parte do projeto de revitalização do Centro de Joinville, “para que o nosso comércio venha a ter momentos melhores, assim como toda região central. Não só durante o dia, mas também à noite”, emendou.

 

Ampliação gradativa

O secretário de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot), Bráulio Barbosa, informou que o sistema começa com 905 vagas, mas deve ampliar gradativamente, sempre ouvindo os usuários e a CDL.

Bráulio apontou também como ponto positivo do novo sistema o aumento da sensação de segurança que será proporcionado pelos agentes fardados em circulação pelo Centro da cidade.

O serviço deve entrar em operação efetiva, com aplicação de multas, na segunda quinzena de abril. Antes, a prefeitura vai sinalizar as vagas com pintura de faixas e placas. Concluída esta etapa, o estacionamento rotativo começa a funcionar, mas sem aplicação de multas nos primeiros 15 dias. Durante duas semanas, os agentes de trânsito irão se concentrar na orientação dos motoristas.

 

 

MAIS DA Semana Lojista 886
  • Capacidade realizadora

    Continue lendo Clique e leia
  • Prevenção coletiva

    Continue lendo Clique e leia
  • Comércio catarinense é destaque nacional

    Continue lendo Clique e leia
  • ELEIÇÕES 2020

    Continue lendo Clique e leia
  • Saudade presente

    Continue lendo Clique e leia
  • Índice histórico

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais