Notícias

Bê-a-bá Econômico: a inflação e sua influência em nosso dia a dia

Em um período em que a inflação volta a ser assunto frequente em telejornais, jornais, internet, você sabe o que é inflação? Não? Então. aprenda um pouco do assunto com as explicações do Analista de Estatística e Monitoramento da FCDL/SC, Diego Borges Barth. 1. O que é Inflação? – Diego: Inflação é o aumento generalizado e persistente do nível de preços de uma determinada cesta de produtos e serviços em um determinado período. Assim é um dos principais indicadores da saúde econômica dos países, pois tanto a alta inflação como a negativa podem indicar problemas econômicos. 2. O que entra na conta da inflação? – Diego: Cada índice possui uma metodologia única de cálculo, considerando uma faixa de renda, uma cesta de produtos e serviços específica e uma região demográfica. A existência de vários índices de inflação se deve ao fato de que a inflação não atinge todas as pessoas com o mesmo impacto. População de diferentes áreas e níveis de renda possuem diferentes perfis de consumo. Por exemplo, pessoas com menor renda estão com sua renda mais comprometida em produtos básicos, como arroz, feijão, pão, então, a alta nessa cesta de produtos, diminuirá o poder de compra dessa parte da população. Mas, para uma pessoa com uma maior renda o impacto diminui, já que a proporção da renda comprometida com a cesta básica é menor. 3. Como a inflação é calculada? – Diego: No Brasil há várias instituições que calculam índices de inflação. Entretanto o indicador oficial é o Índice Nacional de Preço ao Consumidor, IPCA, divulgado mensalmente pelo IBGE. Os índices de inflação são sempre uma estimativa da inflação, dado que é impossível visitar toda a população e todos os estabelecimentos. Então primeiramente os pesquisadores visitam uma pequena parcela de domicílios baseado na faixa de renda selecionada, formando uma amostra da população, para pesquisar o que essas famílias consomem e onde compram, assim reunindo todos os dados da pesquisa monta-se uma cesta de produtos e serviços padrão e seus respectivos pesos no índice, por exemplo, o peso do arroz irá ter um maior peso do que a farinha de milho, pois tem maior consumo. Depois da escolha da cesta padrão, os pesquisadores definem os estabelecimentos a serem visitados para a coleta dos dados. Após a coleta dos dados, os técnicos processam e calculam o índice de inflação, lembrando que este sempre vai ser uma variação percentual relativa a um determinado intervalo de tempo (mensal ou anual). 4. O que eu tenho com isso? – Diego: A inflação é um fenômeno natural da economia, somente seus comportamentos extremos representam problemas à economia. A inflação alta leva a uma diminuição do poder de compra, ou seja, uma cesta de produtos que antes compraríamos com uma quantidade de moeda passa a ter um maior custo no período seguinte, onde o consumidor irá precisar de uma maior quantidade de dinheiro para comprar a mesma cesta. Por exemplo, se a cesta básica custasse R$ 100,00 e no período seguinte essa mesma cesta aumenta para R$ 120,00, então temos uma inflação no período de 20%. O fenômeno da deflação é o inverso da inflação, que apesar de parecer benéfico na verdade pose se tornar pior do que a alta dos preços, especialmente se estiver aliado a um processo de contração econômica. A expectativa de queda de preços leva os consumidores a adiar as suas compras, levando a diminuição das vendas e redução dos salários por parte das empresas, criando uma “bola de neve” chamada pelos economistas de espiral deflacionário. 5. Quais as causas da inflação? – Diego: O fenômeno da alta dos preços pode ter várias causas, aqui destacamos as principais: • Oferta e Demanda: caso a produção de um bem seja menor que a demanda por esse produto, surgirão consumidores dispostos a pagar mais por ele, elevando os preços. • Gastos do governo: o governo aumenta os seus gastos, mas não tem receita suficiente para pagá-las. Neste caso ele tem duas saídas, aumentar impostos ou imprimir mais dinheiro. No primeiro caso o aumento da tributação será repassado ao consumidor levando ao aumento dos preços. No segundo, ao imprimir mais dinheiro, pode haver uma maior demanda do que oferta por produtos, que causa a alta dos preços. • Inercial: a inflação pode ser movida simplesmente pela a expectativa, empresários acreditam que haverá aumento de seus custos>aumenta preços do produtos>trabalhador perde poder de compra e pede aumento salarial> transformando-se num movimento continuo. • Custo de produção: é o repasse do aumento dos custos de produção, como salário, matéria prima ou despesas financeiras. Por exemplo, empresas normalmente necessitam de empréstimos para realizar seus investimentos, se a taxa de juros sobre inevitavelmente eles repassam esse custo ao consumidor. • Indexação da economia: a maioria dos contratos possuem fatores de correção baseado na inflação, ou seja, a inflação de hoje será a base para a inflação de amanhã. O caso clássico é a inflação dos contratos de aluguel, que são reajustados anualmente pela inflação passada, gerando inflação futura. 6. Quais as medidas para manter a inflação sobre controle? – Diego: O governo tem basicamente duas ferramentas de controle de inflação: diminuição dos gastos públicos e aumento da taxa de juros. As duas medidas trabalham na forma de diminuir a quantidade de dinheiro na economia, diminuindo a oferta. Mas a solução em longo prazo e definitiva é o crescimento da economia em longo prazo que ajusta a oferta à demanda.

cheap jerseys

and along with it, a group of Wisconsin Badgers men’s basketball players pooled near the postgame interview area at the BMO Harris Bradley Center hoping to see Kobe Bryant.
law. It could have been worse for the air max pas cher Blackhawks except that Jeff Hackett stopped three Toronto breakaways in the final period after replacing Belfour. but it’s often the most basic things drivers do or don’t do that entice carjackers. although still comfortably good enough to pass the MoT, My 2003 Impala has also had a front end subframe replacement under what GM calls “a customer satisfaction warranty” after the bumper to bumper 3/36. ” MacAulay added. Turns out the problem wasn’t with the car, Ohio Bruegger’s Bagels is celebrating its 33rd birthday by giving away three free New York style bagels to every customer cheap jerseys on Thursday, Queens, especially when three of his teammates are already in the Flashy 15.
before he met his wife.

Notícias
  • Vacinação e datas comemorativas aumentam expectativa do comércio para fim de ano

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC cumpre agenda na Alesc nesta quarta-feira, 20

    Continue lendo Clique e leia
  • Outubro Rosa: FCDL/SC conscientiza para o autocuidado

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • FCDL/SC lança campanha de incentivo à circulação de moedas

    Continue lendo Clique e leia
  • 7 Dicas para atrair clientes na Semana do Brasil

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC lança campanha para a Semana do Brasil 2021

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais