Notícias

CDL Florianópolis promoverá seminário sobre comércio ilegal

Encontro reunirá representantes do poder público

Os calçadões do centro de Florianópolis estão livres de ambulantes, mas o combate à pirataria e ao comércio informal vai além das ruas. A CDL Florianópolis, em parceria com o Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Santa Catarina (Core-SC), promove na sexta-feira, 7 de abril, às 19h, na sede da entidade, um amplo debate para planejar ações que coíbam qualquer instalação de ambulante ilegal e comércio irregular dentro de estabelecimentos comerciais na capital.

O evento contará com a participação de diversos órgãos de segurança como as polícias Civil, Militar e Federal e a secretaria de Serviços Públicos, Guarda Municipal, além da Fazenda Estadual, Receita Federal e Ministério Público de Santa Catarina.

O encontro faz parte do projeto da CDL Florianópolis chamado “Floripa Legal: o que conquistamos e os desafios futuros”, que busca manter a ordem pública exigindo o cumprimento da legalidade. Os trabalhos têm apoio da Prefeitura Municipal e do Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP).

De acordo com o presidente da CDL de Florianópolis, Lidomar Bison, a falsificação e a comercialização de produtos ilegais impactam toda a cadeia produtiva de forma negativa. “É importante unir esforços com todos os órgãos de fiscalização para atuarmos com força total”, explica o dirigente.

Segundo o presidente do Core-SC, Flavio Flores, o Conselho aderiu ao projeto porque muitos representantes comerciais são prejudicados com a pirataria e a informalidade. “Alguns setores são diretamente atingidos, a exemplo de calçados, óticas e confecções. Infelizmente, não é raro ouvirmos relatos de representantes comercias que se deparam com produtos falsificados, até mesmo da marca que representam, sendo oferecidos em lojas que são ou já foram seus clientes”, conta.

Desde janeiro, quando a administração pública iniciou a campanha “Floripa Legal” nas principais ruas do centro e nas praias da capital, o cenário mudou para melhor, reduzindo a quase zero a presença dos ambulantes ilegais estabelecidos nas vias públicas.

Ainda segundo o presidente da CDL, este é o momento de resgatar a segurança da cidade. “A principal função do Estado é proporcionar segurança, principalmente jurídica. À medida que o Estado intensifica a fiscalização, devolve a segurança para o comércio legalizado e a tranquilidade às pessoas”, comenta.

Conquista
O combate à pirataria é uma das premissas da CDL Florianópolis, que luta há mais de oito anos para coibir a concorrência desleal estabelecida na capital. Essa prática acontece há anos, mas, em 2016, Florianópolis vivenciou um cenário caótico, envolvendo centenas de ambulantes ilegais espalhados pelas ruas do centro, disputando o espaço público com os pedestres e comerciantes. Diante da situação, a entidade intensificou os esforços com campanhas de conscientização e publicitárias, além de cobrar incansavelmente do poder público mais austeridade na fiscalização.

As ações começaram a surtir efeito em janeiro de 2017, quando o prefeito Gean Loureiro assumiu a gestão do município. Desde o lançamento da campanha “Floripa Legal”, que contou com o apoio da entidade, o número de ambulantes ilegais que tomavam conta das ruas, praias e balneários reduziu drasticamente. Foram realizadas mais de 250 operações que resultaram na apreensão de mais de 30 mil produtos falsificados ou de origem duvidosa como relógios, celulares, roupas, calçados, óculos, alimentos, entre outros.

Notícias
  • FCDL/SC e Sebrae reforçam parceria para as CDLs

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC renova parte do Conselho Estadual do SPC SC

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC capacita cedelistas para Certificação Digital

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • FCDL/SC lança campanha “Homem de Atitude Cuida da Saúde”

    Continue lendo Clique e leia
  • Você sabe para que serve o Certificado Digital?

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC: 50 Anos de História

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais