Notícias

FCDL/SC busca apoio para micro e pequenas empresas com Governo e Badesc

Os participantes da reunião debateram medidas para destravar o crédito para as micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia

Em busca de apoio aos empresários de Santa Catarina, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL/SC), tomou a iniciativa que resultou em um encontro do Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (Cofem), com o objetivo de agilizar a concessão de crédito aos micro e pequenos empresários.

O presidente da FCDL/SC, Ivan Roberto Tauffer,  participou da reunião com o presidente do Badesc, Eduardo Corrêa de Machado;  o deputado Nilso Berlanda; e os secretários da Fazenda, Rogério Macanhão; e de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu. O encontro foi realizado no dia 14 de abril, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis.

“É importante essa iniciativa conjunta para buscar uma solução. Precisamos encontrar uma forma de amenizar os desafios na concessão de empréstimo ao pequeno empresário. É necessário desburocratizar e facilitar o acesso ao crédito. Esperamos apoio do Governo do Estado e do Badesc”, afirmou o presidente da FCDL/SC, Ivan Tauffer.

Os participantes da reunião debateram medidas para destravar o crédito para as  micro e pequenas empresas, afetadas pela pandemia. Hoje, os principais desafios encontrados pelos empreendedores são a obtenção da Certidão Negativa de Débito (CND), agilidade na análise de crédito, ampliação dos prazos de carência e de pagamento do empréstimo, além de dificuldades para apresentar a garantia real para conseguir o financiamento.

Assunto aguardado e reivindicação antiga do Movimento Lojista, a agilidade na implementação da nota fiscal eletrônica foi solicitada pela categoria e defendida pelo deputado Berlanda. O secretário Macanhão afirmou que irá tratar como prioridade essa demanda do comércio.

O secretário da Fazenda informou que tomou posse no dia 13 de abril e a participação na reunião desta quarta foi o primeiro compromisso da agenda. “Alguns setores estão sofrendo, principalmente o varejo, que tem empresas com portas fechadas. Isso é reflexo da pandemia. Na medida do possível, temos que trabalhar para proteger segmentos que estão com dificuldades momentâneas. Temos que ser transparentes e achar um caminho. O compromisso é produzir resultados”, afirmou Macanhão.

O deputado Nilso Berlanda comentou sobre as dificuldades do comércio frente à situação atual que envolve um quadro pandêmico. “Se o comércio não vai bem, as nossas indústrias não têm para quem vender. Então há uma cadeia envolvida. Por isso, é importante essa integração”, analisou. O deputado também contou que participa do dia a dia do varejo e do comércio. “A preocupação é muito grande. O Badesc é o banco de fomento do Estado e a atividade dele é ajudar o catarinense”, declarou.

O presidente do Badesc relatou que no ano passado, 65% dos recursos  disponibilizados para empréstimo pela instituição foram para micro e pequenos empresários. E nos programas de crédito criados em função da pandemia, com juro subsidiado, o banco  operou com recursos de repasse. “Tenho que seguir as condições e regras estabelecidas para emprestar o recurso. Para fazer mais do que fizemos em 2020, sem sombra de dúvida, vamos precisar de apoio e parceria”, finalizou Machado.

Notícias
  • FCDL/SC pede redução do ICMS-SC nas faturas de energia e telecomunicação

    Continue lendo Clique e leia
  • Vendas da Black Friday tiveram crescimento discreto em SC

    Continue lendo Clique e leia
  • Lojistas catarinenses otimistas para as vendas no Natal 2021

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Novembro Azul: “Prevenção e Autocuidado são coisas de homem”, é o tema para 2021 da FCDL/SC

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC lança campanha de incentivo à circulação de moedas

    Continue lendo Clique e leia
  • 7 Dicas para atrair clientes na Semana do Brasil

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais