Dia da Mulher Saiba mais

Recicla CDL na Escola Saiba mais

Notícias

Fique por dentro Saiba mais

Comunicação

Semana Lojista
  • Primeira reunião do ano da diretoria da CDL Grão-Pará

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Empossada nova diretoria da CDL São Joaquim

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Indaial entrega prêmios do Natal Mágico

    Continue lendo Clique e leia
  • Desejos de Natal da CDL Blumenau: mais de R$ 100 mil em prêmios

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Notícias
  • Excesso de feriados em 2018 leva comércio a se reinventar

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Edição Verão do Festival Gastronômico de Joinville

    Continue lendo Clique e leia
  • Marcos Tortelli assume a gestão da CDL Lages em 2018

    Continue lendo Clique e leia
  • Sexta de Compras é diferencial no comércio de Imbituba

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Esteja pronto para as vendas do verão

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Jucesc Digital facilita abertura de empresas e outros serviços

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC é líder nacional na emissão de Certificados Digitais

    Continue lendo Clique e leia
  • Registro com Protesto chega a R$ 20 milhões recuperados

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Mensagem do presidente

Ano decisivo

O final de 2017 terminou com um certo alento para as esperanças de uma plena recuperação do varejo quando as vendas do Natal em Santa Catarina, nos dias que antecedem a mais importante data do comércio, apresentou um incremento de 2,9% nas vendas, segundo levantamento da FCDL/SC. Este resultado positivo também se refletiu em todo o Brasil, que além do varejo, começa a se recuperar em diversos segmentos do setor produtivo. A volta da confiança do consumidor, que voltou às compras, mais prudente e também mais planejado, é resultado também do controle da inflação que de acordo os dados do IBGE, encerrou o ano de 2017 em 2,95%, sendo este  índice do IPCA abaixo do piso da meta fixada pelo governo. A inflação domada permite mais segurança nas reformas que precisam ser feitas, como a da Previdência, por exemplo, e cria condições para um ambiente favorável à volta do crescimento econômico. Sabemos que o desemprego ainda é uma questão a ser solucionada e a renda das famílias precisa ser maior, mas inflação baixa cria estabilidade e proporciona geração de oportunidades de trabalho. Com o fim da recessão abrangendo diversos setores, é hora do país se organizar para fazer as mudanças que a sociedade precisa e anseia. Esperamos, de qualquer modo que o ano eleitoral e de Copa do Mundo não desvie o foco de nossos parlamentares, governantes e candidatos, influenciando as votações de reformas, pois estas devem ter a supremacia do aspecto técnico sobre o político.

Continue lendo