Recicla CDL na Escola Saiba mais

Institucional

Bem-vindo Saiba mais

Soluções

Veja nossos produtos Saiba mais

Comunicação

Semana Lojista
  • Mais de 100 pessoas prestigiam workshop da CDL Fraiburgo

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Bombinhas em busca da sede própria para a entidade

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Santo Amaro da Imperatriz reúne associados em palestra

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Joaçaba: empresas podem incentivar o Natal Encantado

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Notícias
  • A pedido da FCDL, Governo prorroga recolhimento do ICMS

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Brusque promoverá palestra beneficente

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Tubarão iniciará agenda de treinamentos

    Continue lendo Clique e leia
  • Timbó receberá nova edição do Recicla CDL

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Festa junina: aliada do varejo para fidelizar cliente e agitar as vendas

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Rede de Saúde do Homem investe na prevenção

    Continue lendo Clique e leia
  • Aquecimento Global é tema do Recicla CDL na Escola

    Continue lendo Clique e leia
  • Certificação Digital do SPC: segurança às transações on-line

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Mensagem do presidente

Sintomas de Recuperação

Embora a situação geral ainda esteja longe do ideal, em função da atual conjuntura econômica, Santa Catarina vem apresentando sintomas de recuperação no varejo. De acordo com dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgado esta semana pelo  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o nosso estado se destacou com o maior volume de vendas no país. O índice, referente ao mês de abril de 2017, mostrou uma alta de 24,5% em comparação com o mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses, o volume de vendas do varejo catarinense cresceu 2,7% na comparação com o mês passado, outro indicador positivo. Sabemos que a crise política, que impacta na economia, ainda não foi solucionada, mas também temos alguns aspectos que podem ser avaliados para explicar o crescimento das vendas em abril. A inflação com fôlego menor, o saque das contas inativas do FGTS, que injeta dinheiro no mercado, índice menor de desemprego em relação aos demais estados brasileiros e a capacidade do empresário catarinense em enfrentar desafios ajudam a entender porque as vendas apresentaram curva ascendente, na média, ainda que não tenha atingido todos os setores. O comércio varejista no Brasil, em abril de 2017, registrou taxas de 1,0% em volume de vendas e de 1,3% em receita nominal, frente ao mês imediatamente anterior, o que também revela o bom desempenho de Santa Catarina pelo número apontado pelo IBGE. Se o país não parar novamente, em função da crise política, teremos uma perspectiva melhor para o segundo semestre no varejo, auxiliado pelas datas comemorativas do comércio que ainda estão por vir, e pelo aumento da confiança do consumidor, do empresariado e dos investidores, se a economia apresentar sinais de retomada de crescimento.

Continue lendo