FCDL/SC Saiba mais

CDL+Crédito Saiba mais

Comunicação

Semana Lojista
  • Comércio de móveis e decoração conta com representação setorial na CDL Lages

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Tubarão sorteia vale-compra de R$ 500 reais para o dia das mães

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Jovem de Criciúma sob nova coordenação

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Irani participa do 1º Encontro de Comerciais do Oeste

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Notícias
  • 8ª edição do guia de benefícios já está disponível na CDL Blumenau

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Videira projeta recuperar 30% de dívidas com o comércio local

    Continue lendo Clique e leia
  • ‘Dia de Liberdade de Impostos’ será o maior já realizado em Chapecó

    Continue lendo Clique e leia
  • Pela 1ª vez CDL Jovem de Blumenau participa do Dia da Liberdade de Impostos

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • Não é atendimento, é relacionamento: como a sua empresa trata o cliente?

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Com o CDL + Crédito nunca foi tão fácil vender no crediário

    Continue lendo Clique e leia
  • Edital de Convocação: Reunião do Conselho Diretor

    Continue lendo Clique e leia
  • Campanhas de prêmios são benéficas para o varejo e consumidor

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Mensagem do presidente

Momento de Cautela

O cenário externo é um fator importante no comportamento do mercado no ambiente interno. E nesta semana, mais uma vez, tivemos esta comprovação. Entre, os fatores, vimos a recente desvalorização do real frente ao dólar, que aconteceu nos últimos dias, e o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que decidiu pela manutenção da taxa básica de juros da economia em 6,5% ao ano. Mesmo com a inflação sob controle e da recuperação da economia, ainda que de forma lenta, a cautela, inclusive por parte do consumidor, leva a uma prudência do Copom ao manter a taxa Selic no mesmo patamar definido na reunião anterior. Até porque o aumento do dólar pode acabar impactando na formação de preços de produtos importados, influenciando na inflação. Mas, passada esta turbulência, em próxima reunião, o Copom pode, quem sabe, continuar o ciclo de queda da taxa Selic. Apesar de tudo, o mês de maio trouxe uma notícia animadora. Em relação ao Dia das Mâes, o varejo catarinense mostrou um crescimento de 5,06% nas vendas, com um tíquete médio de R$ 158, segundo o levantamento realizado pela FCDL/SC. E, a cada 10 clientes, sete decidiram fazer o pagamento a prazo. Este fato revela a confiança do consumidor na estabilidade e sua disposição em planejar suas compras, atitude altamente positiva.

Continue lendo