As CDLS na frente

27/10/2016|

19:48

CDL Chapecó: apoio a Rede Feminina de Combate ao Câncer

O mês de outubro ganha a cor rosa como símbolo do combate ao câncer de mama, doença que acomete milhares de mulheres em todo o mundo. Para auxiliar financeiramente a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Chapecó, a CDL do município apoia campanha com foco no Outubro Rosa.
A iniciativa está sendo difundida entre os associados. A intenção é sensibilizá-los a contribuírem financeiramente, tanto como pessoas físicas como jurídicas. As doações podem ser feitas por meio da conta de energia elétrica. “Os interessados precisam assinar um termo de autorização para que a Celesc faça o débito mensalmente. Os valores são a partir de R$ 1 para pessoa física e R$ 5 para pessoa jurídica”, explica o presidente da CDL Chapecó, José Carlos Benini.
Benini destaca que a Rede Feminina promove um importante trabalho de conscientização sobre a prevenção ao câncer de mama e colo de útero. “A entidade atende toda a população de forma gratuita e precisa de recursos para sua manutenção. Pedimos aos associados para que contribuam e divulguem nas suas empresas, entre os colaboradores, clientes e fornecedores. As doações, por menor que sejam, contribuirão significativamente para manter a Rede Feminina cada vez mais atuante”. A ação é em parceria com o Sindicato do Comércio da Região (Sicom) e associação empresarial.

CONTRIBUA
Para fazer doações à Rede Feminina, o interessado precisa preencher um documento que autoriza a Celesc debitar mensalmente na nota fiscal/conta de energia elétrica a quantia determinada. O formulário é simples, precisa preencher com os dados da pessoa física ou jurídica (nome, unidade consumidora, medidor e endereço), assinalar o valor a ser doado e assinar. A autorização pode ser retirada na CDL e também será disponibilizada por e-mail e nas redes sociais. Deverá ser entregue na Rede Feminina de Combate ao Câncer.
            

CONHEÇA A REDE FEMININA
A Rede Feminina de Combate ao Câncer de Chapecó é uma entidade filantrópica fundada em 28 de agosto de 1982, por iniciativa de Ligia Sperandio. A unidade foi estruturada pelo Clube da Fraternidade. Na época eram realizados em média 300 exames mensais e, com os primeiros casos positivos detectados e encaminhados para tratamento, aliado às constantes campanhas de divulgação e conscientização, estes números tiveram um aumento expressivo, passando em 2012 para média aproximada de 850 exames/mês.
Desde 1995, a Rede Feminina de Combate ao Câncer funciona em sede própria, construída com recursos advindos de doações de entidades empresariais e da comunidade chapecoense. Oferece ao público 370m² de área onde dispõe de um amplo e bem equipado ambulatório, laboratório, salas de palestras e recreação além de dependências de apoio. O atendimento ocorre das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta feira.
A Rede Feminina desenvolve exames ginecológicos de diagnóstico do câncer do colo uterino e da mama. Orienta as mulheres sobre os cuidados que devem ter com a saúde, seja na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis ou na busca de tratamento adequado quando necessário.

Compartilhe

Newsletter

Receba no seu email o conteúdo do Blog da FCDL/SC

Últimas postagens

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril

Você também pode gostar:

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril