As CDLS na frente

22/11/2016|

19:29

1 ton de resíduos recebidas no Recicla CDL em Rio Negrinho

Para conscientizar a população e dar a destinação adequada aos resíduos eletroeletrônicos obsoletos, a CDL Rio Negrinho promoveu uma nova edição do Recicla CDL. A campanha realizada no sábado, 12 de novembro, recebeu CPUs, monitores, mouses, teclados, impressoras, nobreaks, processadores, estabilizadores, telefones celulares, entre outros, totalizando 1 tonelada. Os materiais recolhidos foram destinados à empresa SBS Reciclagem, que fará a separação correta de todos os resíduos para que possam ser reciclados.

Os resíduos de equipamentos eletroeletrônicos contêm elementos tóxicos e cancerígenos. Sua disposição inadequada é prejudicial à segurança e à saúde do homem e do meio ambiente. Dessa forma, deve-se ter muito cuidado com o descarte desses produtos para evitar danos imediatos e futuros.

Segundo o E-waste World Map, primeiro mapa global de e-lixo (lixo eletrônico), lançado pela iniciativa Step, uma aliança entre a ONU e empresas, governos e ONGs de todo o mundo, o Brasil aparece em posição de destaque na geração desse tipo de resíduo na América Latina. O Brasil produziu 1,4 milhão de toneladas de e-lixo – o equivalente a média global de 7 kg por habitante – e só perdeu para o México, que gerou 9 kg por pessoa.

LÂMPADAS FLUORESCENTES
Lâmpadas fluorescentes também tiveram destaque na campanha. Ela são mais econômicas que as convencionais, contribuindo para a economia de energia e para a preservação de recursos naturais, mas podem se tornar um problema maior se não forem descartadas corretamente. Após utilização ou queima seu descarte inadequado no meio ambiente representa perigo à contaminação por mercúrio, metal altamente tóxico e bioacumulativo nos organismos vivos.

Quando quebram, as lâmpadas liberam vapor de mercúrio continuamente no ar durante semanas ou meses. Se inalado esse vapor pode causar danos à saúde e se depositado em qualquer lugar, contamina o solo e consequentemente, o lençol freático.

No Recicla CDL também foi possível dar um destino correta a esse material. Ao todo foram recolhidas 942 lâmpadas e destinadas à empresa Terra Nova Ambiental, que realizará a classificação, descontaminação e destinação correta de todos os seus componentes. Também foram fornecidos certificado e nota fiscal aos que solicitaram conforme exigido na legislação.

A campanha contou com o apoio da FCDL/SC, Polícia Militar de Rio Negrinho, Vitrine FM, Jornal Perfil, Jornal do Povo, A Gazeta, Rádio Rio Negrinho, Informat Computadores, Cofermaco, Prefeitura de Rio Negrinho e Bombeiros e Bombeiros Voluntários.

Compartilhe

Newsletter

Receba no seu email o conteúdo do Blog da FCDL/SC

Últimas postagens

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril

Você também pode gostar:

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril