Semana Lojista

Atingidos por enxurrada em Ibirama terão acesso a crédito

Os catarinenses foram surpreendidos por uma enxurrada que assolou a região do Alto Vale do Itajaí no mês de dezembro passado. Para auxiliar os empresários que sofreram prejuízos financeiros, a prefeitura municipal de Ibirama e o Badesc reuniram-se com os lojistas no dia 11 de janeiro.

Na oportunidade, foi explicado como funcionará o Recomeça SC, a plataforma online para cadastramento dos pedidos de financiamento. Para auxiliar no processo, a CDL Ibirama fez um levantamento de valores aproximados dos estragos, que passaram de 1,7 milhão de reais. A entidade também é uma da responsável por verificar os documentos e cadastramento dos interessados na linha de crédito.

O presidente da CDL, Ariel de Oliveira, destacou a importância da ajuda, “É um alento, um alívio, sabermos que teremos esse auxílio. Esse dinheiro ajudará os empresários a terem estoque, mercadorias e fluxo de caixa. O foco agora é nos reerguermos”, comenta.

Mais informações sobre o Recomeça SC

A linha de crédito RecomeçaSC tem como objetivo estimular a rápida reconstrução das empresas localizadas em municípios atingidos por desastres naturais, através de financiamento de capital de giro para recomposição de estoques, recuperação equipamentos danificados ou contratação dos serviços necessários para reabertura e normalização do atendimento ao público. A linha será destinada a micro, pequenas e médias empresas.

Em quanto tempo o recurso é liberado?

Se toda a documentação estiver correta, em até 20 dias.

Qual o custo para contratar o fundo de aval?
Até 2% da operação de crédito, podendo ser financiado junto ao valor, ou descontar do montante a ser recebido.

Qual o valor o lojista tem direito?
Avaliar a média do faturamento dos últimos 24 meses, e multiplicar por 4, sendo que este valor deve ser de no mínimo 30 mil e no máximo 200 mil a ser financiado.

O BADESC fiscalizara a aplicação do recurso?
Não, o recurso é destinado a capital de giro.
O recurso captado nesta linha não pode ser empregado para quitação de outros empréstimos.

É cobrado juros caso o pagamento da parcela atrase?
Sim. Um juros em média de 7,3%, se for inadimplente e do período proporcional.

Taxa de juros: os empreendedores que mantiverem os pagamentos em dia terão juros da operação pagos integralmente pelo Governo do Estado.

– Prazo para a operação: 48 meses, sendo carência de 12 meses e amortização de 36 meses.

MAIS DA Edição – 977
  • CDL Nova Trento participa de homenagem na Câmara Municipal

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL São Lourenço oferece Certificação Digital 

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Palmitos realiza o sorteio da “Compra da Sorte”

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Lages e parlamentar analisam melhorias para região

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Fraiburgo em reunião com poder executivo

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Joaçaba injeta R$ 200 mil na economia local

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais