Semana Lojista

Recicla CDL em Concórdia arrecada 5 toneladas de resíduos

Presidente e equipe da entidade no ponto de arrecadação

Dentro da proposta de promover ações com o foco na responsabilidade ambiental, a CDL Concórdia realizou no sábado, 5 de novembro, mais uma edição do Recicla CDL. A campanha de arrecadação e destinação final adequada de resíduos eletroeletrônicos obsoletos aconteceu na rua Coberta.

Ao final, a campanha recebeu 5 toneladas de aparelhos eletrônicos que não funcionam mais. A empresa Alpha Lixo Digital, de Joaçaba, retira os materiais, os desmonta e separa seus componentes. De um aparelho de som de carro, por exemplo, são separadas as pelas de plástico, metal e vidro, nada é desperdiçado.

Segundo o presidente da CDL Concórdia, Moacir Zat, essa foi a segunda edição do ano do Recicla CDL e a maior em arrecadação de todas as edições. “Estamos satisfeitos com a participação da população, em especial das empresas associadas, que aderiram a ideia e nos ajudaram a superar a meta de coleta. Entendemos o perigo deste material para a preservação ambiental por isso apostamos no programa”, diz o dirigente. Desde 2011, a campanha em Concórdia já arrecadou cerca de 17 toneladas de resíduos eletrônico.

Nesta edição foram coletados monitores, teclados, placas de computadores, pilhas, baterias, televisores, rádios, celulares, entre outros. “A grande parte deste lixo infelizmente iria para o lixo comum. Informamos várias empresas sobre o Recicla, o que colaborou de forma significativa para o descarte do lixo eletrônico. O caminhão ficou lotado e superamos a nossa meta. Várias das empresas associadas aguardaram a campanha, pois percebem os perigos do descarte incorreto”, avalia o gestor administrativo da entidade, Valmir da Costa.

Para evitar que esse tipo de lixo seja depositado de forma irregular, a intenção da entidade é de promover anualmente duas edições da campanha, uma em cada semestre. O descarte indiscriminado de produtos eletrônicos causa graves problemas para o meio ambiente. Estes materiais, quando jogados em aterros não controlados e “lixões”, podem contaminar o solo e atingir o lençol freático.

MAIS DA Semana Lojista 755
  • A justa reforma

    Continue lendo Clique e leia
  • Nova diretoria da CDL Chapecó visita sede da FCDL/SC

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL prestigia criação da Câmara de Comércio Argentina-SC

    Continue lendo Clique e leia
  • Presidente da FCDL na eleição e posse da CDL Luís Alves

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Maravilha contrata arquiteta para projeto de nova sede

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Praia Grande mobiliza cidade em ação do bem

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais