Semana Lojista

De Volta à Velha Fórmula

Ivan Roberto Tauffer

A velha e famigerada fórmula está de volta. Precisando fechar as contas dos gastos correntes, e com o argumento de encontrar soluções para fechar o rombo das despesas no Orçamento, o governo partiu para uma medida que afeta 50 setores produtivos. Com o fim da desoneração da folha de pagamento, anunciado pelo Ministério da Fazenda, estamos voltando à fácil receita do aumento da carga tributária, sobrecarregando as empresas. E quem sentirá o efeito na prática, com a volta do recolhimento da contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha de pagamento, não será somente os empresários. A medida desestimula o crescimento, afeta a geração de empregos e eleva custos da grande maioria das empresas de nosso estado, incluindo, é claro, o varejo. Em vez de incentivar o crescimento da economia, a decisão do governo representa o retorno a uma prática que afeta a toda a sociedade, pois a elevação de impostos, disfarçado na oneração da folha, pode até reforçar o caixa do governo, mas coloca um ponto de interrogação nas pessoas sobre a eficácia da solução encontrada para o governo cumprir suas metas. O que nos resta é esperar o bom senso da administração federal para não repetir mais esta fórmula e também cumprir os seus próprios objetivos de cortar as despesas públicas.

MAIS DA Semana Lojista 775
  • FCDL promove 1º Encontro Regional de Gestores de 2017

    Continue lendo Clique e leia
  • Presidente da CDL Brusque busca apoio para escola de soldados

    Continue lendo Clique e leia
  • 1º workshop de gestão de crediário acontece em Maravilha

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL São Bento do Sul tem novos líderes para 2017/2018

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Xaxim trata da lei da acessibilidade em audiência

    Continue lendo Clique e leia
  • Palestra encerra comemorações dos 50 anos da CDL Tubarão

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais