Semana Lojista

CDL Tubarão trata do estacionamento rotativo com a prefeitura

Secretário fala sobre prazos para implantação do sistema

Mesmo não havendo como dar prazo em função dos processos burocráticos, o secretário de Urbanismo, Mobilidade e Planejamento da prefeitura de Tubarão, Alexandre Moraes, arriscou dar uma luz de esperança para os lojistas ao informar que, dentro das expectativas, o estacionamento rotativo pode estar em operação até o final deste primeiro semestre de 2018.

A previsão do secretário, acompanhado do prefeito, Joares Ponticelli, e do vice Caio Torkaski foi manifestada em reunião da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município na segunda-feira, 29 de janeiro.

A prefeitura pretende concluir a documentação até sexta-feira, 2 de janeiro, com a conclusão do Termo de Referência. Com isso, a projeto é encaminhado ao Tribunal de Contas para análise e, somente depois desta etapa, senão houver nenhum impedimento, a prefeitura poderá lançar o processo de licitação para contratação da empresa que irá explorar a concessão do serviço.

Segundo Alexandre Moraes, a prefeitura já teve que recuar duas vezes em relação a implantação do estacionamento rotativo, mas acredita que agora tudo estará em conformidade. Lembra que tudo só pode ter continuidade somente após o parecer do Tribunal de Contas, que exige um estudo de viabilidade técnica e econômica. “Por isso, trabalhar com prazos se torna uma tarefa não muito fácil, mas a expectativa é de que até o final do primeiro semestre o estacionamento rotativo em Tubarão esteja funcionando”, ressalta.

Pelo novo projeto, o rotativo irá também abranger algumas ruas da margem esquerda e no total serão quatro mil vagas. Será composta de área expressa atingindo algumas ruas do centro da cidade com tempo de permanência de uma hora e outras ruas com tempo de até 3 horas. A tarifa deve ficar em torno de R$ 3 a 4 Reais.

O presidente da CDL, Harrison Marcon Cachoeira, argumentou sobre o que representa o comércio em termo de arrecadação para o município para justificar o quão o estacionamento rotativo se torna importante para o setor varejista. “Estamos na expectativa de que realmente ele venha a ser implantando, mas sabemos que o setor público é burocrático. Esperamos que agora tudo se encaminhe definitivamente para sua operacionalização”, prevê.

MAIS DA Semana Lojista 823
  • Ritmo Crescente

    Continue lendo Clique e leia
  • Ações para 2018 pautam 1º encontro do ano da CDL Blumenau

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Florianópolis conquista PPP para revitalizar via

    Continue lendo Clique e leia
  • Dirigentes das CDLs do 6º Distrito se reúnem em Seara

    Continue lendo Clique e leia
  • Papai Noel da CDL Santo Amaro da Imperatriz alegra o comércio

    Continue lendo Clique e leia
  • “Show de Prêmios” da CDL Caçador contempla 420 clientes

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais