Notícias

28/03/2024|

17:06

Cerca de 107 milhões de pessoas devem realizar compras para a Páscoa em 2024, aponta CNDL/SPC Brasil

De acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offerwise Pesquisas, 65% dos consumidores pretendem fazer compras para a Páscoa em 2024. Estima-se que cerca de 106,6 milhões de pessoas devem ir às compras para esta data. Uma queda nominal de 4,1 milhões quando comparado ao ano passado.
Entre os motivos apontados pelos consumidores que não pretendem comprar chocolates esse ano, 30% estão endividados e vão priorizar o pagamento de dívidas, 25% estão desempregados e 22% não gostam / não tem costume de comprar presentes e chocolates para Páscoa.
Os filhos (60%) serão os principais presenteados, em seguida, os cônjuges (41%), mãe (38%), sobrinhos (30%) e o próprio entrevistado (27%).
Os consumidores pretendem gastar, em média, um total de R$237 com as compras de Páscoa (ticket maior entre as classes A/B, R$295); adquirindo em média 5 produtos.
“Apesar da pequena queda no número de consumidores que pretendem fazer compras para a Páscoa, a data traz sempre grande expectativa para o setor de comércio e serviços. Além dos tradicionais ovos e chocolates, a data movimenta bares, restaurantes e o comércio em geral. Para atrair os clientes, vale a criatividade, opções mais baratas e kits promocionais”, destaca o presidente da CNDL, José César da Costa.

O presidente da FCDL/SC, Onildo Dalbosco Júnior, destaca que novamente a Federação disponibilizou uma campanha publicitária especial para data, que incentiva a compra no comércio local. “Enviamos essa campanha, intitulada “Páscoa Sortida”. Não só de chocolate se vive a Páscoa. Esta é uma data importante para todo o comércio e a oportunidade que as pessoas têm de estar em família. É uma oportunidade de surpreender com uma lembrança e demonstrar a importância de estar presente. E, além disso, fortalecer o comércio de cada município”, acrescenta.

Pesquisa aponta ovos como itens preferidos
Ovos e bombons industrializados serão os itens mais comprados na Páscoa. PIX lidera como forma de pagamento preferida. Os ovos de chocolate industrializados (53%) serão os principais itens procurados pelos consumidores, seguidos pelos bombons industrializados (48%), ovos de Páscoa caseiros/artesanais (41%), barras de chocolate industrializados (32%) e bombons e barras de chocolate caseiros/artesanais (31%).
Entre os empreendedores que se prepararam, a jovem Eloísa Bittencourt, da Cozinha do Dani, de Florianópolis acreditou na data e quase dobrou a produção este ano em comparação com 2023. Eles produzem ovos artesanais, além de outras opções saborosas para a data. “Prezamos pela qualidade dos ingredientes e processos e o nosso propósito é proporcionar aos nossos clientes momentos alegres ao lado de pessoas especiais. Por isso, apostamos na data e nossa procura aumentou neste ano”, destaca.
Isso explica mais informações apontadas pela pesquisa. No caso dos chocolates caseiros/artesanais, 32% dos entrevistados preferem por ser algo mais personalizado e 20% porque a qualidade do chocolate é melhor.
O pagamento à vista será o mais utilizado nas compras de Páscoa (77%), sendo principalmente por PIX (54%), cartão de débito (39%) e dinheiro (33%). Já o cartão de crédito parcelado será utilizado por 29% dos consumidores. De acordo com o levantamento 54% pretendem parcelar as compras, sendo a média de 4 parcelas.

Metodologia da pesquisa
Público-alvo: Consumidores das 27 capitais brasileiras, homens e mulheres, com idade igual ou maior a 18 anos, de todas as classes econômicas (excluindo analfabetos) e que pretendem realizar compras para a Páscoa deste ano.
Método de coleta: pesquisa realizada via web e pós-ponderada por sexo, idade, estado, renda e escolaridade.
Tamanho amostral da Pesquisa: 908 casos em um primeiro levantamento para identificar o percentual de pessoas com intenção de realizar compras para a Páscoa. Em seguida, continuaram a responder o questionário 602 casos que tinham a intenção de comprar na data, resultando, respectivamente, em uma margem de erro no geral de 3,25 p.p e 3,99 p.p, para um intervalo de confiança a 95%.
Data de coleta dos dados: 19 a 29 de fevereiro de 2024.

Compartilhe

Newsletter

Receba no seu email o conteúdo do Blog da FCDL/SC

Últimas notícias

10/04/2024

Frente Parlamentar de Apoio ao Comércio Varejista debate demandas do setor na FCDL/SC

09/04/2024

Aviso de pauta: Reunião da Frente Parlamentar na sede da FCDL/SC

08/04/2024

Presidente convoca para Assembleia Geral Ordinária

Você também pode gostar:

10/04/2024

Frente Parlamentar de Apoio ao Comércio Varejista debate demandas do setor na FCDL/SC

09/04/2024

Aviso de pauta: Reunião da Frente Parlamentar na sede da FCDL/SC

08/04/2024

Presidente convoca para Assembleia Geral Ordinária