As CDLS na frente

22/03/2017|

13:16

CDL Joaçaba com associados na 1ª assembleia geral de 2017

A 1ª Assembleia Geral Ordinária do ano da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Joaçaba aconteceu na noite de terça-feira, 21 de março. Assuntos importantes estiveram na pauta e foram apreciados pelos associados, que atenderam ao edital de convocação e participaram de mais um momento importante do movimento lojista.

O primeiro assunto tratado foi a prestação de contas do exercício de 2016. Os números foram analisados e aprovados pelo Conselho Fiscal e Patrimonial ainda no mês de fevereiro e apresentados aos associados durante a Assembleia.

O experiente contador Marcos Comini, atual diretor financeiro da CDL, apresentou de forma resumida o balanço patrimonial e o resultado financeiro do período, que mostra uma entidade sólida e com boa gestão dos recursos.

Durante a demonstração, o presidente da CDL, Marcelo Risson, fez questão de explicar os números negativos relacionados ao estacionamento rotativo. O sistema, que vinha sendo administrado pela CDL, apresentou déficit no período. “Nós aguentamos até agora para favorecer nossos associados e o comércio” comentou ele. A partir de 3 de abril a gestão será de uma empresa de Joinville, que venceu o certamente licitatório da prefeitura. A Assembleia aprovou por unidade as contas de 2016.

O presidente do Joaçaba Futsal, Maicon Bortoluz, participou da Assembleia como convidado para apresentar aos associados da CDL um importante projeto de captação de recursos e também com foco na sustentabilidade. A equipe, que estreia na Liga Nacional de Futsal, quer que os torcedores levem para o ginásio canecas retornáveis e não usem mais copos descartáveis.

“É muito grande volume de lixo nos jogos e, com esse projeto, vamos reverter esta situação” comentou o presidente. A ideia é fazer com as empresas adquiram as canecas ao valor de R$ 10 a unidade e, por consequência, distribuam aos seus colaboradores ou até mesmo vendam. O dinheiro arrecado neste projeto vai ajudar financeiramente o clube. Outro produto que será vendido é uma almofada feita com fibra de garrafas plásticas. A meta é vender cerca de 2 mil canecas nesta primeira etapa que representaria uma importante ajuda ao clube que tem uma folha de cerca de R$ 60 mil.

O último assunto da assembleia foi a campanha de vendas de fim de ano. O diretor de serviços, Pablo Calluans, apresentou os números da campanha realizada em 2016 e pediu uma participação maior das empresas para viabilizar uma promoção com prêmios atrativos. Ficou decidido que será realizada uma pesquisa, na qual os associados poderão opinar sobre o formato que será usado este ano em se tratando principalmente da premiação.

Quanto ao Natal Cultural, o presidente da CDL, Marcelo Risson, destacou que este ano, a exemplo de 2016, a intenção é captar recursos através de leis de incentivo a cultura. Empresas que optam pelo chamado lucro real, e tem imposto a pagar, podem destinar até 4% ao projeto. Desta forma o dinheiro, que iria para a União fazer o rateio entre os Estados, acabaria ficando no município. A CDL vai intensificar a partir de agora contato com as empresas para buscar estes recursos e conseguir viabilizar um projeto consistente.

Compartilhe

Newsletter

Receba no seu email o conteúdo do Blog da FCDL/SC

Últimas postagens

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril

Você também pode gostar:

12/04/2024

CDL promove palestra para mais de 600 pessoas

12/04/2024

“Parar de vender e começar a fazer o cliente comprar”

05/04/2024

CDL Brusque realiza mais uma edição do Sábado Fácil neste dia 6 de abril